PM é preso suspeito de estuprar a filha de 12 anos em Cardoso Moreira O militar foi preso enquanto trabalhava no Destacamento de Policiamento Ostensivo (DPO) no distrito de São Joaquim

O militar foi preso enquanto trabalhava no Destacamento de Policiamento Ostensivo (DPO) no distrito de São Joaquim

Foto: SF Notícias

Um policial militar, de 46 anos, foi preso suspeito de abusar sexualmente da própria filha, de apenas 12 anos, em Cardoso Moreira, no Noroeste Fluminense. Segundo informações da Polícia Civil, os abusos aconteciam na própria casa da família do militar, no bairro Cachoeiro, e o crime chocou os moradores do pequeno município que tem pouco mais de 12 mil habitantes. O militar foi preso enquanto trabalhava no Destacamento de Policiamento Ostensivo (DPO) no distrito de São Joaquim. As investigações começaram no início da semana quando a 148ª Delegacia Legal de Italva, coordenada pelo delegado Dr. Rivelino Bueno, recebeu denúncias do crime de estupro. Ainda de acordo com a Polícia Civil, foi expedido um mandado de prisão preventiva por estupro de vulnerável. (continua após a publicidade)

Em nota enviada ao SF Notícias, a assessoria de imprensa da Polícia Militar confirmou que a prisão aconteceu da manhã da última sexta-feira (15/05). A nota diz ainda que uma equipe do 29º Batalhão da PM (Itaperuna) participou da prisão. “Uma equipe policial do 29ºBPM prendeu um policial do batalhão no município de Cardoso Moreira por constar um mandado de prisão em seu desfavor. Um procedimento apuratório já foi instaurado pelo 29ºBPM. O policial foi conduzido para a 148ª DP para registro da ocorrência e encontra-se preso na Unidade Prisional da PM”, diz a nota.

Mais do SFn