Período de chuvas e calor acendem alerta para aparecimento de escorpiões na região

Este ano foram registrados dois casos de picada de escorpião em um intervalo de dois meses em São Fidélis; uma das vítimas foi uma criança de 03 anos

A cada dia os animais peçonhentos, como os escorpiões e aranhas, estão cada vez mais presentes no meio urbano, adaptados ao ambiente do homem devido ao crescimento acelerado dos grandes centros. O período chuvoso e de altas temperaturas, especialmente o período do verão, de dezembro a março, exige maior cuidado em relação aos acidentes com escorpiões e outros animais peçonhentos, pois o clima úmido e quente é ideal para o aparecimento destes animais, que se abrigam em esgotos e entulhos. Segundo o Ministério da Saúde, os escorpiões que habitam o meio urbano se alimentam principalmente de baratas, portanto são comuns também em locais próximos a áreas com acúmulo de lixo. A adoção de hábitos simples é fundamental para prevenir acidentes.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, no ambiente urbano, para evitar a entrada dos escorpiões nas casas e apartamentos, a recomendação é de usar telas em ralos de chão, pias e tanques, além de vedar as frestas nas paredes e colocar soleiras nas portas. Outra medida é afastar as camas e berços das paredes, e ainda vistoriar as roupas e calçados antes de usá-los. Nas áreas externas, as principais dicas são manter jardins e quintais livres de entulhos, folhas secas e lixo doméstico. Também é importante manter todo o lixo da residência em sacos plásticos bem fechados para evitar baratas, que servem de alimento e, portanto, atraem os escorpiões. Nas casas que possuem gramado, ele deve ser mantido aparado. “Outra recomendação é não colocar a mão em buracos, embaixo de pedras ou em troncos apodrecidos e usar luvas e botas de raspas de couro para realizar atividades que representem certo risco, como manusear entulhos e materiais de construção, e nas atividades de jardinagem” – destaca o Ministério.

Casos em São Fidélis
Este ano foram registrados dois casos de picada de escorpião em um intervalo de dois meses em São Fidélis, no Norte Fluminense. Em maio, uma criança de apenas três anos foi picada por um escorpião no município. O caso aconteceu na localidade de Brejinho, onde a menina mora. Ela teria sido levada ao Hospital Armando Vidal por familiares, mas também precisou ser transferida para o Hospital Ferreira Machado, em Campos, já que o município não possui o soro antiescorpiônico. Em julho, um jovem foi picado por um escorpião. Segundo informações apuradas pela nossa redação, o rapaz estava em uma academia no Centro da cidade e foi picado pelo escorpião quando vestia um casaco, no qual o animal estava. Ele foi levado ao Hospital Armando Vidal por uma colega, mas encaminhado para Campos dos Goytacazes, para receber o soro antiescorpiônico.

 

 

VEJA MAIS

VEJA MAIS