Pastor Silas Malafaia é indiciado por lavagem de dinheiro na Operação Timóteo

Fotos: Reprodução

O pastor Silas Malafaia, foi indiciado pela Polícia Federal por lavagem de dinheiro, no inquérito da Operação Timóteo. No ano passado, ele foi alvo de mandado de condução coercitiva, sendo levado a depor na sede da Polícia Federal em São Paulo.

Segundo a PF, o pastor da Associação Vitória em Cristo, ligada à Assembleia de Deus, recebeu um cheque de R$ 100 mil de um dos escritórios investigados e depositou em uma conta pessoal. Silas segue defendendo que o repasse se tratava de uma doação direcionada à sua igreja e a uma associação religiosa.

A Operação Timóteo, batizada assim em referência a um dos livros da Bíblia, investiga um esquema de corrupção em cobranças judiciais de royalties da exploração mineral, em que 65% da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM) tem como destino os municípios.

VEJA MAIS

VEJA MAIS