quarta-feira , 28 outubro 2020

Parque Estadual do Desengano desmente ataque de onça na unidade

qwretytyiyu
Fotos: Vinnicius Cremonez / Letícia Lütke Riski/ FIOCRUZ

O Parque Estadual do Desengano(PED) desmentiu um boato de que uma onça-pintada (Panthera onca) teria comido uma pessoa na região conhecida como  Sossego do Imbé, distrito de Santa Maria Madalena, um dos municípios que faz parte da umidade de conservação.

Segundo a administração do parque, essa informação vinculada é falsa, pois não há registros oficiais recentes dessa espécie no parque, tendo a grande possibilidade de não existir mais nesta Unidade de Conservação.
A espécie de onça encontrada no PED é a onça-parda, também conhecida como suçuarana ou onça de lombo preto, Puma concolor capricornensis , espécie de felino ameaçada de extinção e topo da cadeia alimentar.

Ainda de acordo com o parque, não há relatos oficiais de ataque de onça-parda no Parque Estadual do Desengano, apenas boatos históricos. A espécie, que pode chegar próximo dos 70 quilos, quando adulto, é um animal arredio e de difícil visualização.

Os Guarda-Parques alertam, para em caso de avistamento, certifique-se de não fazer movimentos bruscos na direção do animal, pois o mesmo poderá se sentir acuado e atacar. Também não se aproxime dos filhotes, pois a mãe poderá considerar uma ameaça à sua prole. Apenas mantenha o contato visual com o animal e retorne calmamente pelo mesmo caminho. Vale lembrar que o Parque Estadual do Desengano, fica entre os municípios de Santa Maria Madalena, São Fidélis e Campos.

parque estadual do desengano foto vinnicius cremonez 2

Mais do SFn