Paróquia de Nossa Senhora lamenta ato de vandalismo na ‘Praça dos Ciclistas’, em São Fidélis

Morador próximo à praça teria escutado uma algazarra no local e posteriormente um barulho alto. Na manhã deste sábado, parte da estrutura de madeira do portal da praça, onde está fixada uma bicicleta, estava caída no chão

Imagem capa: Divulgação Paróquia/ Wellington Ferreira

São Fidélis, no Norte Fluminense, assim como várias cidades da região, tem um grande número de ciclistas. Os praticantes dessa atividade esportiva têm inclusive um espaço totalmente dedicado a eles, em uma área em frente à Paróquia de Nossa Senhora Aparecida e São Fidélis, na esquina com Avenida Paranhos. O local foi criado quando o padre Gaspar Pelegrini, idealizador da Bike Romaria São Fidélis x Santuário Nacional de Aparecida, era pároco da Igreja. “Como o ciclismo está em alta em São Fidélis, há muitas pessoas pedalando, queria apresentar a eles que existe a padroeira dos ciclistas que é Nossa Senhora de Ghisallo. Tínhamos também esse espaço na frente da igreja que era um local que até pouco tempo se jogava lixo, tinha até um cheiro desagradável, aí me veio essa ideia de revitalizar essa frente da igreja e criar um local onde os ciclistas pudessem fazer uma oração” – relatou o padre ao SF Notícias quando ocorreu a inauguração da praça em outubro de 2020.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

Mas, infelizmente, na madrugada deste sábado (18/12), o local foi alvo de vandalismo. De acordo com o pároco da Igreja de Nossa Senhora, Padre Adriano Alves Botura, um morador próximo à praça teria escutado uma algazarra, que seria feita por adolescentes, e posteriormente um barulho alto. Na manhã deste sábado, parte da estrutura de madeira – do portal da praça – onde está fixada uma bicicleta, estava caída no chão. “Dá a impressão que se penduraram na estrutura, talvez tentaram subir na bicicleta lá em cima, e aí houve um acidente, derrubando” – relatou o padre.

Ainda segundo o padre, a estrutura estava jogada ao chão, mas pela manhã, como o local é visitado por ciclistas para oração antes de um pedal, o padre acredita que um deles teria levantado a bicicleta. “Como é uma coisa na rua, não temos que como montar guarda, então pede-se os bons modos, a boa educação, a atitude de cuidado de cada cidadão, desde os mais novinhos aos mais velhos, com relação aos bens públicos” – destacou o padre.

VEJA MAIS

VEJA MAIS