Pais fazem ‘vaquinha’ para custear tratamento de criança diagnosticada com paralisia cerebral, em São Fidélis

Daniel Alvarenga nasceu prematuro, ficou 66 dias internado e teve sérias complicações pulmonares, cardíacas e cerebrais. Confira como ajudar

Os pais do pequeno Daniel Alvarenga Silva Santos, de 2 anos e 10 meses, morador de São Fidélis, no Norte Fluminense, criaram uma vaquinha online para ajudar a custear o tratamento do menino, que nasceu com 28 semanas de gestação, ficando 66 dias internado, sendo 46 deles entubado, e teve sérias complicações pulmonares, cardíacas e cerebrais. Segundo Rafael, o pai do menino, ele passou por diversos tratamentos, que resultou em graves sequelas neuropsicomotoras. O Daniel ainda não senta, não tem firmeza no pescoço, tronco e quadril, e não anda.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

Ainda segundo o pai de Daniel, o menino depende totalmente de cuidados para locomoção, higiene e alimentação. A família busca ajuda para custear os tratamentos prescritos, que não estão disponíveis pelo SUS, e que a mesma não tem condições de custear. Entre os tratamentos indicados está o método Therasuit®, que melhora a aprendizagem motora, traz estabilização e correção postural, permite o desenvolvimento de habilidades motoras globais e finas, melhora a densidade óssea, além de melhorias na estimulação tátil e na propriocepção. O custo é de cerca de R$ 14.200,00.

O pequeno também precisa de um par de órtese tipo AFO Rígido, que custa em torno de R$ 1.350,00; de um Andador de Transferência Regulável, com sistema de modulação estabilizador de tronco/quadril/peitoral, valor em torno de R$ 4.600,00 e de protetor ocular para estrabismo congênito, que custa em média R$ 40,00 por mês, entre outras necessidades. Os interessados em ajudar podem doar qualquer quantia pelo site “Vakinha Online” AQUI. Também é possível ajudar através da conta: Banco 104 Caixa Econômica Federal/ Agência:0192/ Operação: 001/ Conta Corrente: 1788-8 ou PIX: 114.291.917-08.

VEJA MAIS

VEJA MAIS