Além da prática de tráfico de drogas, estão entre outros crimes praticados pelo grupo a posse ilegal de armas de fogo e uma tentativa de homicídio em razão de disputa pelo tráfico

Operação “Torniquete” cumpre mandados de prisão por tráfico de drogas em São Francisco de Itabapoana

Fotos: Divulgação

Foi deflagrada nesta quinta-feira (21/11) pelo Ministério Público (MPRJ), através do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO/MPRJ), com o apoio da Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI/MPPRJ) e em parceria com a Polícia Civil e a Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (Seap), por meio da Superintendência de Inteligência e Coordenação do Norte e Noroeste, em São Francisco de Itabapoana, a operação “Torniquete”.  O objetivo é prender 10 integrantes de uma organização criminosa responsável pelo tráfico de drogas no município. Além dos mandados de prisão, os agentes cumprem mandados de busca e apreensão nos endereços dos acusados e nas celas da Cadeia Pública Dalton Crespo de Castro, em Campos, onde cinco dos denunciados já se encontram presos. A ação também conta com o apoio da Polícia Militar.

Segundo o Ministério Público, denúncias apontam que os integrantes da organização criminosa, de forma livre e consciente e em união de esforços entre si, guardaram, para fins de tráfico ilícito de drogas, mais de 8 kg de maconha e 1,1 kg de cocaína, entre outros materiais entorpecentes, tendo sido surpreendidos por agentes da Polícia Militar que recolheram o material. Na data da apreensão, os agentes públicos também apreenderam vasta quantidade de material destinado ao preparo da carga de entorpecentes, e um caderno com anotações referentes ao comércio do tráfico no local. Através do caderno foi possível constatar que os denunciados atuavam conjunta e organizadamente para a prática do crime de tráfico de drogas na região. Ainda segundo o MP, as drogas eram semanalmente distribuídas a todos os integrantes do grupo para que fossem alocadas nas respectivas “bocas de fumo”, onde seriam comercializadas.

O lucro era repartido entre eles, beneficiando toda a associação criminosa. Além da prática de tráfico de drogas nas localidades de Bom Jardim, Santa Clara, Estreito, Volta Redonda, Praça João Pessoa, Macuco e Centro, estão entre outros crimes praticados pelos integrantes do grupo a posse ilegal de armas de fogo e uma tentativa de homicídio em razão de disputa pelo tráfico de drogas local. A prisão preventiva dos denunciados foi concedida pela Vara Única da Comarca de São Francisco de Itabapoana.

Mais do SFn