Operação “Queijo Furado” fecha laticínio clandestino e apreende 225 kg de produtos impróprios em Campos

Operação teve início a partir de uma série de denúncias sobre laticínios que estariam funcionando de forma clandestina na região Norte Fluminense

Em ação conjunta realizada na manhã desta quinta-feira (18), agentes da Defesa Agropecuária, Vigilância Sanitária Municipal e Guarda Civil Municipal, fecharam um laticínio clandestino na localidade de Rio Preto, em Campos dos Goytacazes. Segundo os técnicos da Defesa Agropecuária, o estabelecimento não cumpria nenhuma das exigências legais de controle de qualidade dos produtos e de higiene.

No local fiscalizado, foram encontrados 225 kg de queijos armazenados de forma inadequada, entre eles, queijo tipo mussarela, parmesão e bolinha. Todo esse material era produzido para venda em churrascarias da cidade. Além da produção desses alimentos, os agentes localizaram soda cáustica no local, um indício forte de fraude para adulteração dos queijos e risco claro de intoxicação e vetor de males à saúde do consumidor.

continua após a imagem

“É de extrema importância verificar a procedência de todos os produtores de origem animal, verificando sempre a presença dos símbolos de registros no Serviço de Inspeção Oficial”, destaca o coordenador responsável pelo Serviço de Isenção Estadual – SIE-RJ,  André Ferreira. A operação intitulada “Queijo Furado” teve início a partir de uma série de denúncias sobre laticínios que estariam funcionando de forma clandestina na região Norte Fluminense. Durante a ação, os agentes apreenderam e inutilizaram toda a mercadoria e autuaram o estabelecimento.

VEJA MAIS

VEJA MAIS