sexta-feira , 30 outubro 2020
Durante a operação foram apreendidos 40 caminhões tanque, que eram usados no transporte do petróleo furtado

Operação “Conexão Clandestina” prende 13 e recupera cerca de 1 milhão de litros de petróleo

Após oito meses investigações para apurar crimes de furto, distribuição e refino do petróleo cru subtraídos dos dutos da Petrobrás, policiais da Delegacia de Defesa dos Serviços de Delegados (DDSD), coordenados pelo delegado titular Pablo Sartori, em conjunto com o Mistério Público, desencadearam a Operação Conexão Clandestina, que resultou na prisão de 13 pessoas, incluindo um policial militar do 15º BPM. Com a investigação foram recuperados cerca de um milhão de litros de petróleo.

Gilberto Rivarola Correia, apontado como chefe da quadrilha, foi preso no bairro da Ilha do Governador pelos agentes da especializada. Ação ocorreu simultaneamente nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Goiás.

Durante a operação foram apreendidos 40 caminhões tanque, que eram usados no transporte do petróleo furtado, cinco veículos de luxo, documentos e cheques das transações financeiras da quadrilha.

Mais do SFn