Ocupação de leitos de UTI Covid chega a 100% no Hospital Armando Vidal, em São Fidélis

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura, até ontem haviam 23 pessoas internadas no Centro de Combate ao Coronavírus. Ao todo, há 10 leitos de UTI no setor de Covid

O diretor da Associação Hospitalar Armando Vidal de São Fidélis, Filipe Mocaiber, confirmou na tarde desta quinta-feira (01/04) ao SF Notícias que o município atingiu 100% de ocupação de leitos de UTI Covid-19. Todos os 10 leitos de UTI estão ocupados no momento, e ainda há leitos de clínicos disponíveis. O dado é alarmante, pois cidades vizinhas, como Campos dos Goytacazes, também apresentam 100% de ocupação nos leitos de UTI, o que dificulta a transferência de pacientes. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura nesta quarta-feira (31/03) havia 23 pessoas internadas no Centro de Combate ao Coronavírus, entre casos ativos e suspeitos.

continua após o vídeo

https://www.instagram.com/tv/CNI04TIDH4r/?utm_source=ig_web_copy_link

A região vive nas últimas semanas o momento mais crítico desde o início da pandemia. De acordo com o último Mapa de risco da Covid-19, o Norte e o Noroeste Fluminense apresentam alto risco para a doença, com aumento de casos e taxas de ocupação de leitos. Com o objetivo de frear a disseminação da Covid-19, São Fidélis permanece com o comércio em geral – lojas, bares, restaurantes, lanchonetes, trailers, quiosques, barraquinhas de lanches, sorveterias – fechado até o próximo dia 09. A adoção de medidas mais restritivas foi uma recomendação do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ).

Tomógrafo do Hospital Armando Vidal
Nos últimos dias nossa redação recebeu questionamentos sobre o funcionamento do tomógrafo da unidade hospitalar, que segundo leitores estaria sem funcionar desde janeiro. Ao SF Notícias, Mocaiber informou que, o equipamento que é terceirizado, apresentou um problema técnico, o que teria ocorrido em março. O diretor informou ainda que a unidade está ‘cobrando’ da empresa a manutenção para que tão logo o tomógrafo volte a funcionar. Ele ressaltou que os pacientes não estão deixando de realizar o exame, e estão sendo levados até outras unidades hospitalares para realizar o mesmo.

VEJA MAIS

VEJA MAIS