Novo recorde de frio em Friburgo: Inmet registra apenas 4,7°C em Salinas

Até então 5,5°C era a menor temperatura de 2021, registrada oficialmente pelo Inmet no dia 10 de abril

Foto: Salinas em Foco

Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio, bateu um novo recorde de frio. A estação meteorológica do Instituto Nacional de Meteorologia registrou nesta segunda-feira (03/05) temperatura mínima de 4,7°C, oficialmente a menor temperatura do ano. A estação fica na região de Baixada de Salinas, na zona rural do município. Já na área central a mínima chegou a cerca de 10°C. Até então 5,5°C era a menor temperatura de 2021 registrada pelo Inmet no dia 10 de abril.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

A queda de temperatura ao anoitecer e amanhecer está relacionada ao fenômeno da perda radiativa, um processo natural de perda de calor pela atmosfera, comum no outono. Segundo a Climatempo, com a perda radiativa, a atmosfera esfria e isto ocorre todos os dias de forma acelerada no período noturno. Ainda segundo a Climatempo, a quantidade de nuvens é um fator que interfere diretamente neste esfriamento natural da atmosfera. A nebulosidade retém calor. Assim, o resfriamento da atmosfera é maior em noites com pouca ou nenhuma nebulosidade. Quando há muita nebulosidade à noite, o resfriamento da atmosfera é menor e a temperatura do ar não cai tanto como em uma noite sem nuvens.

Previsão para a semana
A atuação de uma grande e forte massa de ar seco vai continuar impedindo a formação de nuvens carregadas sobre o Sudeste do Brasil esta semana, segundo a Climatempo. Com isso, grande parte da Região terá uma semana de pouca ou nenhuma chuva, e os índices de umidade relativa do ar poderão ficar cada vez mais baixos. Haverá elevação nas temperaturas durante as próximas tardes, mas a perda radiativa continuará sendo observada ao longo da semana, fazendo com que as noites/madrugadas sejam mais frias.

VEJA MAIS

VEJA MAIS