Natural de São Fidélis, bombeiro orienta família de Aperibé por telefone e ajuda a salvar bebê engasgado O 1º Sargento Charles Amiti, que também é enfermeiro, orientou a mãe e a tia do bebê para que realizassem manobras para desengasgar o recém-nascido, de apenas três dias de vida

O 1º Sargento Charles Amiti, que também é enfermeiro, orientou a mãe e a tia do bebê para que realizassem manobras para desengasgar o recém-nascido, de apenas três dias de vida

Foto: arquivo pessoal

Com orientações por telefone, um bombeiro militar que atua no Destacamento 1/21 do Corpo de Bombeiros de Itaocara, no Noroeste Fluminense, ajudou uma família, moradora do Centro de Aperibé, a salvar um recém-nascido, de apenas três dias de vida. O fato ocorreu no final da tarde do último sábado (22/08). Desesperada, pois o bebê havia engasgado com o leite materno, a mãe ligou para o Destacamento 1/21 do Corpo de Bombeiros de Itaocara. O militar que atendeu a ligação passou o telefone para o 1º Sargento Charles Amiti, que é natural de São Fidélis e enfermeiro de formação. O sargento relata que como a mãe estava muito nervosa, pediu para falar com a tia da criança. Ele orientou a realizar a manobra de Heimlich, ou seja, apoiar o bebê de bruços, com a cabeça mais abaixo que o corpo, e aplicar batidas nas costas da criança. Mas, como a manobra não teve êxito, o bombeiro orientou a realizar sucção boca a boca, para aspirar o líquido. (continua após a publicidade)

Enquanto a manobra era realizada, uma viatura seguiu para a casa da família. No local, o sargento constatou que a criança estava responsiva e respirando, ainda assim, ela foi encaminhada ao hospital para avaliação médica. Em 23 anos de carreira, esta foi a primeira ocorrência do tipo atendida pelo fidelense. “Já efetuei diversos socorros, de vários tipos, mas socorrer um bebê de três dias foi diferente de tudo que já vivenciei. Sem dúvida foi muito gratificante saber que você pode ajudar aqueles que precisam” – disse o sargento ao SF Notícias. Ele orientou as mães, para que, em caso de engasgos como esse, não se desesperem e liguem para o atendimento de urgência e busquem ajuda.

Mais do SFn