Mulher é presa por estelionato após enganar 500 pessoas no RJ com falsos testes de Covid-19

Segundo a Polícia Civil, mulher cobrava R$ 200 por exame; no momento da prisão a mulher havia acabado de realizar um teste de PCR

Policiais civis da Delegacia do Consumidor (Decon) prenderam em flagrante, nesta quarta-feira (24/03), uma mulher acusada de realizar falsos exames de detecção da Covid-19. Ela é integrante de uma quadrilha de estelionatários e se passava por funcionária de um laboratório. No momento da prisão, no município de Maricá, a mulher havia acabado de realizar um teste de PCR em uma vítima, que pagou a quantia de R$ 200 pelo exame.

A estimativa é que mais de 500 pessoas tenham sido enganadas pelo bando. De acordo com as investigações, a criminosa produzia o resultado dos testes de acordo com a conveniência e com base nos sintomas narrados pelas vítimas. Com ela, foi apreendido vasto material para exames, inclusive coletas realizadas. A mulher foi autuada pelo crime de estelionato.

VEJA MAIS

VEJA MAIS