Morte de jovem de 22 anos choca moradores de Pádua; polícia investiga crime

O corpo de Vanessa da Silva foi encontrado no Rio Pomba neste domingo (08)
Fotos: reprodução / SF Notícias

“Ela era uma pessoa espontânea e só fazia o bem”, disse um familiar ao SF Notícias. O assassinato de Vanessa da Silva Eugênio, de 22 anos, chocou os moradores de Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense. Nas redes sociais, amigos, conhecidos e familiares publicaram mensagens de despedida e pedindo justiça. “Da justiça de Deus ninguém escapa. Destruíram minha família. Acabaram com a vida da minha irmã, mas Deus sabe de todas as coisas, e das mãos dele ninguém escapa“. “Deus não dorme; ele vai fazer justiça com certeza“. “Essa justiça é a única que ninguém escapa; Deus tá no controle de tudo“, dizem algumas das mensagens publicadas. Nas fotos em seu perfil, Vanessa estava sempre sorridente. Investigações preliminares apontam que Vanessa foi espancada, baleada e o corpo foi jogado no Rio Pomba, como o SF Notícias divulgou ontem.

perícia foi feita no local

O corpo dela foi encontrado por populares no final da manhã deste domingo (08/11) na localidade conhecida como “Prainha”, na zona rural de Pádua, localidade que fica às margens da RJ-218, rodovia que liga Pádua ao município de Miracema passando por Paraoquena. O local é bastante frequentado no verão. Segundo informações apuradas pela redação do SF Notícias, cápsulas de calibre .40 foram encontradas no local. Após a perícia, o corpo foi removido para o IML e liberado horas depois para velório e sepultamento, que ocorreram no Cemitério João Paulo. O caso foi registrado na 136ª Delegacia Legal de Pádua, onde um inquérito foi instaurado para investigar a motivação e a autoria do crime, que chocou os moradores. “A única coisa que queremos é que isso não fique impune”, disse um familiar de Vanessa. O SF Notícias vai seguir acompanhando o caso.

VEJA MAIS

VEJA MAIS