Moradores relatam ataque de cachorro em rua do Centro de São Fidélis

Nesta semana duas pessoas foram mordidas quando passavam de bicicleta por uma rua do Centro da cidade

Moradores de São Fidélis, no Norte Fluminense, usaram as redes sociais para relatar ataque de um cachorro de rua. O caso aconteceu na Rua do Sacramento, próximo a um colégio particular, no Centro da cidade. Segundo uma leitora, sua mãe e seu vizinho foram mordidos nas pernas quando passavam pelo local na manhã de domingo de bicicleta. “O cachorro atacou e mordeu a perna deles” – disse.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

Diante do ocorrido, outros moradores se mostraram preocupados, já que muitas crianças também passam pelo local. Há cerca de um mês outra moradora também teria sido atacada ao passar pelo mesmo trecho. Assim como muitos municípios da região, São Fidélis também não possui serviço para recolhimento e tratamento de cachorros de rua.

Devido à falta de vacinas, as vítimas de mordidas de cachorro ou outros animais precisam se deslocar para Campos dos Goytacazes para receber a vacina. A Secretaria Municipal de Saúde, através do programa de imunização comunicou em nota que a vacina encontra-se em desabastecimento por parte da Secretaria de Estado de Saúde, o que ocasionou o não recebimento desta vacina durante o mês de julho. A Secretaria Municipal de Saúde destaca que todos os imunobiológicos são fornecidos pelo Governo Federal, repassados para o Estadual, que por sua vez, encaminha aos municípios.

“Por esse motivo, a maior quantidade de doses é encaminhada para o Município Polo, conforme determinação da SES. É importante salientar que, caso haja necessidade, os pacientes serão encaminhados para o Município Polo para atendimento” – informou a pasta.

Já a Prefeitura de São Fidélis informou que a Vigilância Ambiental já tomou ciência da situação de que existe animais de ruas atacando os munícipes e que está buscando medidas e orientação junto à Vigilância Ambiental Estadual, para sanar o problema sem que ocorra maus tratos e traumas aos animais envolvidos.

VEJA MAIS

VEJA MAIS