segunda-feira , 21 setembro 2020

Moradores fazem abaixo-assinado contra fechamento de agência bancária em Valão do Barro Além da distância até a agência mais próxima, moradores temem um impacto negativo na economia do distrito com o fechamento do banco, que atende a outros distritos

Além da distância até a agência mais próxima, moradores temem um impacto negativo na economia do distrito com o fechamento do banco, que atende a outros distritos

As fichas foram espalhadas pelo comércio do município

Moradores do distrito de Valão do Barro, em São Sebastião do Alto, estão se mobilizando contra o fechamento da agência bancária que está há mais de 30 anos no distrito. Segundo os moradores, a agência está fechada desde abril devido à pandemia, quando foi suspendido o atendimento presencial, e aos moradores, o banco Itaú informou que o atendimento retornaria em breve. Só que agora, os moradores foram surpreendidos com um cartaz que foi colocado na porta da agência informando o fechamento da mesma. Os moradores estão se reunindo e fizeram um abaixo-assinado contra o fechamento da agência. Para evitar aglomerações devido à pandemia, eles espalharam as fichas para assinaturas em estabelecimentos comerciais do distrito, assim, todos poderão assinar de forma mais segura. A agência de Valão do Barro também atende aos distritos de Ipituna e Ibipeba. (continua após a publicidade)

Além de terem que percorrer mais de 20 quilômetros até a sede de São Sebastião do Alto, agência que fará o atendimento a partir do dia 08 de outubro, data estimada para o fechamento em Valão do Barro, os moradores também temem um impacto negativo na economia do distrito, já que a presença da agência gera movimento nos demais estabelecimentos comerciais. “Essa agência saindo de Valão do Barro, fecha tudo. A população não vai querer ir até São Sebastião do Alto. Muitos vão pra Itaocara, o que vai gerar uma sobrecarga no atendimento”, disse uma moradora. O SF Notícias entrou em contato com o Itaú Unibanco, que em nota, informou que “Devido ao cenário de pandemia e visando à proteção e redução de contato entre clientes e colaboradores, o Itaú Unibanco optou por fazer temporariamente algumas alterações no atendimento prestado na rede física de agências. Algumas unidades terão o atendimento prestado apenas na área de caixas eletrônicos, sem atendimento presencial. Vale lembrar ainda que, nesse momento adverso, os clientes devem dar preferência para o uso de canais digitais para efetuar suas operações. Todos os serviços disponíveis estão em www.itau.com.br/coronavirus/”. (continua após a publicidade)

O vereador Aledio Rezende de Oliveira, que mora no distrito, usou as redes sociais para cobrar a reabertura da agência. Em um vídeo postado pelo vereador, um agricultor reclamou pelo fato de ter que ir até a sede do município para resolver problemas. “A gente não tem condições de sair da lavoura e ir lá no Alto pra resolver os problemas. Se continuar assim, vou encerrar minha conta e levar pra Itaocara de uma vez. Já que tenho que sair, vou a Itaocara e aproveito para fazer compras lá”, disse o agricultor. O vereador fez uma reclamação junto ao Banco Central. O prefeito de São Sebastião do Alto, Tavinho Rodrigues, também usou as redes sociais para falar sobre o caso. “Há três meses eu venho cobrando do Itaú uma solução para que Valão do Barro não fique sem agência. Encaminhei dois ofícios e tive uma reunião com os responsáveis pelo banco. Me responderam por escrito que a agência não ia fechar, mas agora colocaram um cartaz dizendo que a agência vai mudar. Eu continuo lutando para manter nossa agência funcionando”, disse o prefeito, que postou também a reposta do banco encaminhada a ele. O SF Notícias vai continuar acompanhando o caso.

Mais do SFn