Moradora de Pureza, que perdeu quase tudo na enchente, faz rifa e vaquinha, e precisa de ajuda

Segundo Rachel, eles colocaram tudo para cima, mas a água subiu muito. "Eu saí de casa com água no pescoço" - conta. Veja como ajudar:

O Norte e Noroeste Fluminense sofreram nos últimos dias com fortes chuvas e cheias dos rios. Em São Fidélis, o Rio Paraíba do Sul inundou o distrito de Pureza, e as localidades de Angelim e Usina Pureza. A cheia do rio deixou 104 pessoas desabrigadas e 37 desalojadas. Entre os moradores que perderam quase tudo está a Rachel, moradora da Vila Operária em Pureza. “Colocamos tudo pra cima, mas a água subiu muito. Só salvamos a geladeira, a TV e o fogão não sei se vão funcionar. Minha casa passa o valão atrás, vem água de cima e do rio. Eu saí de casa com água no pescoço” – contou ao SF Notícias.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

A moradora conta que a água subiu muito, como nunca havia ocorrido. “Muito triste ver suas coisinhas boaindo que você tanto batalhou pra ter” – disse a moradora, que precisa de mesa, cama, guarda-roupa, armário de cozinha, cadeiras, entre outras coisas. Rachel que sempre ajudou a quem precisa, agora é quem precisa de ajuda. A filha dela fez uma vaquinha solidária online (clique AQUI para ajudar) e também está sendo vendida uma rifa. O PIX para quem quiser ajudar é 05573588761. Interessados em ajudar também podem entrar em contato pelo telefone: (22) 9-97693744.

Continua após a imagem

A cheia do Rio Paraíba do Sul afetou cerca de 3 mil moradores de São Fidélis, Pureza, Usina Pureza e Angelim.

De acordo com a secretária de assistência social de São Fidélis, Jusheyla Granda, cinco abrigos foram abertos para receber 104 pessoas que ficaram desabrigadas e 37 desalojadas.

 

https://www.instagram.com/p/CY3tit8gFUs/

VEJA MAIS

VEJA MAIS