Médico fidelense relata caso de idoso que tomou a vacina contra Covid, contraiu a doença, mas não apresentou quadro grave

Segundo o médico, o idoso foi internado no Hospital Ferreira Machado, mas se encontra bem, sem depender de oxigênio. "É um paciente com comorbidades, que a probabilidade, se ele não tivesse tomado a vacina, seria altíssima de a doença evoluir para uma forma grave" - destacou Sebastião Neto

O médico Sebastião de Almeida e Silva Neto, natural de São Fidélis, no Norte Fluminense, usou as redes sociais para relatar o caso de um paciente idoso, de 84 anos, que contraiu a Covid-19, após tomar as duas doses da vacina, mas, mesmo apresentando comorbidades e idade avançada, se recuperou sem evoluir para um quadro grave. “O paciente com 84 anos, institucionalizado, de uma casa de abrigo aqui de Campos. Ele tomou as duas doses da CoronaVac, 40 dias após a segunda dose abriu um quadro de Covid” – relata o médico, que atua no setor de combate à doença no Hospital Ferreira Machado. Segundo o médico, o idoso foi internado com 25% dos pulmões acometidos, mas se encontra bem, sem depender de oxigênio.

Continua após o vídeo

“É um paciente com comorbidades, hipertenso e diabético, que a probabilidade, se ele não tivesse tomado a vacina, seria altíssima de a doença evoluir para uma forma grave, para óbito, comprovando a eficácia da vacina, a importância da vacina” – destacou o médico fidelense. Ele deixou o pedido para que os governantes comprem a vacina e vacinem a população, pois só assim sairemos dessa pandemia. “Só tem essa solução, a vacinação em massa da população” – frisou.

VEJA MAIS

VEJA MAIS