Mãe tenta esconder cocaína em pote de arroz e acaba presa com o filho, que é gerente do tráfico em Pádua

Segundo a Polícia Civil, o filho dela seria gerente do tráfico no bairro Cidade Nova. Ele também seria o mentor e executor dos incêndios a imóveis de moradores no mês de julho, quando uma guerra entre facções assustou os moradores
Foto: Polícia Civil

Uma mulher, de 40 anos, foi presa por tráfico de drogas juntamente com o filho, de 22 anos, em Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense. Ele, segundo a Polícia Civil, seria gerente do tráfico de drogas no bairro Cidade Nova, e o mentor e executor dos incêndios a imóveis de moradores no mês de julho, quando uma guerra entre facções assustou os moradores do bairro. Na tarde desta quarta-feira (19/08), agentes da 136ª Delegacia Legal, coordenados pelo delegado titular Ivailson Moreira Sardinha, juntamente com policiais militares do 36º BPM, foram até a residência do acusado para cumprir um mandado de busca e apreensão. Enquanto as equipes faziam um cerco no local, a mãe do acusado correu para dentro do imóvel. Ela foi flagrada pelos policiais guardando uma lata de arroz na geladeira, e dentro da lata, os policiais encontraram 55 pinos de cocaína. Em uma revista na mulher foi encontrado R$ 139,00 em espécie dentro da calcinha. (continua após a publicidade)

Já o filho dela, que era o alvo principal do mandado, estava escondido no banheiro. Ainda durante as buscas na residência, os policiais apreenderam, três celulares, um relógio, duas maritacas e uma motocicleta Honda/XRE 300 de cor vermelha. Todo o material apreendido foi encaminhado para a 136ª Delegacia Legal de Pádua, onde o caso foi registrado. Mãe e filho ficaram presos. Em julho desse ano, traficantes incendiaram uma casa e tentaram incendiar outra sobre a alegação de que tais imóveis teriam sido usados por integrantes da facção rival, segundo informações da Polícia Civil.

VEJA MAIS

VEJA MAIS