Mãe e filho presos em Itaocara após jovem ser encontrada morta em S.Fidélis. PM apreende drogas, munições e armas

Segundo a polícia, o jovem preso contou que o autor dos disparos seria seu pai, de 56 anos, que não foi encontrado

Um homem, de 26 anos, e sua mãe, de 47 anos, foram presos na noite deste sábado (27/02) durante uma ação da Polícia Militar para identificar os responsáveis pela morte da jovem Suelen Kassia de Carvalho, de 25 anos. O corpo dela foi encontrado boiando com marca de violência no Rio Dois Rios, em Cambiasca, distrito de São Fidélis. O corpo da jovem foi encontrado e retirado da água por moradores do distrito no final da tarde deste sábado, e segundo a polícia, havia marca de perfuração.

Diante de informações sobre o possível envolvido no crime, policiais do Patamo IV e do DPO da Ipuca em São Fidélis, com apoio de policiais de Itaocara, foram até a casa do suspeito que fica na estrada que liga o distrito de Jaguarembé (Itaocara) à localidade de “Entupição”. Durante as buscas os policiais apreenderam 383 pinos de cocaína, 250 buchas de maconha, uma pedra de cocaína e três potes com a droga, um revólver de calibre 38, 22 munições de mesmo calibre intactas, 27 cartuchos vazios de calibre 38, três munições de calibre 9mm, uma garrucha de calibre 380, três balanças de precisão e R$ 968,00 em espécie.

continua após o vídeo

Segundo informações dos sargentos Ruy, Almeida, D. Oliveira, Louvain e os cabos Vinícius, T. Ferreira, Lugão e Alvarenga, parte do material estava no cômodo onde o jovem mora, e a outra parte, no imóvel de baixo, onde reside sua mãe. Os dois foram levados para a delegacia de Itaocara e transferidos para Pádua (central de flagrantes daquela área no final se semana) onde foram autuados por tráfico de drogas e associação para o tráfico, além do artigo 132 da Lei 10826 (estatuto do desarmamento).

Na moto que seria do jovem os policiais encontraram uma camisa com manchas que se assemelham a sangue. Ainda segundo os policiais, o jovem teria dito que o autor dos disparos que teria matado a vítima seria seu pai, de 56 anos. Segundo o mesmo, ele ouviu um disparo de arma de fogo e desceu as escadas de sua casa, e presenciou o pai com a arma na mão e a vítima ferida. O jovem disse não saber a motivação. O pai, que já possui anotações por ameaça, danos, lesão corporal, e sequestro ou cárcere privado, não foi localizado até o fechamento dessa publicação. Até o momento a polícia não divulgou o nome dos envolvidos.

VEJA MAIS

VEJA MAIS