Macuco e Trajano de Moraes também registram casos de variantes do coronavírus

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Trajano, foram encontradas variantes P1 e P.1.2 em circulação no município

Assim como Cambuci e Itaocara, as prefeituras dos municípios de Trajano de Moraes e Macuco, na Região Serrana do Rio, anunciaram nesta sexta-feira (07/05) que foram identificados casos de variantes do coronavírus. A Prefeitura de Trajano, através da Secretaria Municipal de Saúde, informou que foi notificada na manhã de hoje pela Secretaria Estadual de Saúde, sobre as novas variantes existentes e circulantes do novo coronavírus no município. O anúncio foi feito oficialmente pelo secretário municipal de Saúde, Junior Azevedo e pelo Coordenador de Vigilância em Saúde, Saulo Pacheco. A notificação feita a Coordenação de Vigilância em Saúde, foi por e-mail, informando que em amostras avaliadas aleatoriamente pelo Laboratório Central Noel Nutels – LACEN-RJ, foram encontradas variantes P1 e P.1.2 em circulação no município.

A variante brasileira, que está sendo chamada de P1, foi detectada pela primeira vez em Manaus, e é considerada a variante mais transmissível. Já a variante P.1.2 é uma mutação da P1. Ela foi identificada no estado através de um estudo da Secretaria de Estado de Saúde que investiga as modificações sofridas pelo SARS-CoV-2 . “A partir deste resultado, o monitoramento segue aprofundando os efeitos que poderão ser apresentados, ou seja, o comportamento epidemiológico da variante. Até o momento, não se pode avaliar se é mais transmissível e/ou letal”, afirma a subsecretária de Vigilância em Saúde da SES e idealizadora da pesquisa, Cláudia Mello.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

Já em Macuco, o prefeito Bruno Boaretto, ao lado da vice-prefeita Michelle Bianchini, do secretário de Saúde Juninho da Saúde e da subsecretária Marlise Quintana, informou em um vídeo que o município recebeu nesta sexta um e-mail da Secretaria de Estado de Saúde sobre a confirmação de um caso da nova variante do coronavírus na cidade. O prefeito fez um novo alerta à população para redobrar os cuidados com o coronavírus. Ele e sua equipe estudam a adoção de ações mais restritivas. “A gente precisa se resguardar neste momento. Não é intenção nossa fechar o comércio, mas a gente precisa se adequar a esse momento” – disse o prefeito. Nesse fim de semana, a Gestão Municipal repassará novamente orientações ao comércio e às entidades religiosas.

Nova mutação descoberta no estado
Nesta quinta a Secretaria de Estado de Saúde confirmou que há uma nova variante do vírus da Covid-19 em circulação no estado do Rio de Janeiro. A cepa recebeu o nome de P.1.2, por se tratar de uma mutação ocorrida na linhagem P1, que permanece em maior frequência (91,49%). A P.1.2 foi identificada em 5,85% das 376 amostras submetidas à segunda etapa do sequenciamento realizado pela secretaria. Também foram identificadas, em menores proporções, as linhagens B.1.1.7 (2,13%) e P2 (0,53%); veja a matéria AQUI. A variante brasileira, que está sendo chamada de P1, detectada inicialmente em Manaus, é considerada a variante mais transmissível.

VEJA MAIS

VEJA MAIS