Luto na educação: Pádua perde o professor Leandro Souza Cunha, aos 37 anos, vítima da Covid-19

A Escola Municipal Viva perdeu mais um professor em decorrência da Covid-19; em junho, faleceu a professora e diretora adjunta da escola, Sheila Reis

A comunidade educacional de Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense, está novamente de luto. A Escola Municipal Viva perdeu mais um professor em decorrência da Covid-19. Leandro Souza Cunha, morreu neste domingo (15/08) aos 37 anos, vítima de complicações da doença. De acordo com a Escola Viva, ele estava entubado e internado há cerca de dois meses em Rio das Ostras, onde estava residindo.

Leandro lecionava estudo dirigido para alunos do 4º e 5º ano, e trabalhou na Escola Viva por mais de 10 anos. Com as aulas remotas, o professor havia se mudado para Rio das Ostras, pois foi chamado em um concurso do município. Nas redes sociais, ele registrou que chegou a tomar a 1ª dose da vacina contra a Covid-19 em junho. O sepultamento está previsto para 14h no cemitério Santo Antônio, no Centro de Pádua. Nas redes sociais a Escola Viva comunicou e lamentou o falecimento.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

“E mais uma vez, a nossa Escola VIVA veste as cores do luto, pois nosso amigo e professor Leandro Cunha faleceu. Como um profissional extremado, professor Leandro parte deixando marcas definitivas na história de nossa escola VIVA e na Rede Municipal de Ensino de Santo Antônio de Pádua. Professor Leandro era um menino-passarinho, se assim, pudéssemos cognominá-lo, pois cantava como ninguém. Tinha um poderio na voz quando a emitia e emocionava a todos que a ouviam. Trazia consigo um humor único, imitando diversos artistas do cenário nacional O alto astral se fazia presente sempre. Mas, era no palco da sala de aula que se realizava completamente – ministrava aulas significativas e perpetuantes para a vida de seus alunos como poucos profissionais em sua área. Era perfeito! Criativo! Único! Certamente, uma sala de aula celestial já está preparada para recebê-lo e, com sua competência de sempre, ministre aulas ornadas de muita criatividade e competência como só você sabia fazer”, diz um trecho da nota divulgada pela escola.

Segunda perda pra Covid na escola
Em junho a escola perdeu a professora Sheila Reis. Muito querida no município, Sheila era diretora adjunta da Escola Municipal Viva e também trabalhava em uma escola particular, o Espaço Paduano de Aprendizagem (EPA) (reveja AQUI).

VEJA MAIS

VEJA MAIS