quinta-feira , 29 outubro 2020
Eles são moradores de comunidades situadas nas zonas de amortecimento dos parques do Desengano, da Lagoa do Açu e dos Três Picos

Jovens serão capacitados para atuarem como Protetores dos Parques Estaduais

Fotos: Antonio Kämpffe

Jovens moradores de comunidades situadas nas zonas de amortecimento dos parques estaduais do Desengano, da Lagoa do Açu e dos Três Picos estão participando do projeto de educação ambiental “Protetores dos Parques”.

O projeto tem como objetivo estimular o desenvolvimento e o fortalecimento de uma consciência crítica sobre a necessidade de conservação dessas três unidades de conservação. A expectativa é capacitar cerca de 160 agentes até fevereiro de 2019.

A capacitação abrangerá atividades de educação ambiental e arte-educação em moda e música, com oficinas do Ecomoda (confecção de roupas, bolsas e acessórios a partir da reutilização de tecidos) e Funk Verde (percepção musical com instrumentos produzidos a partir do reaproveitamento de resíduos sólidos).

No final do curso, os jovens deverão apresentar um plano de ação de intervenção local voltadas para o monitoramento e o controle do ambiente. Segundo a gerente de Educação Ambiental do Inea, Ângela Canal, após a capacitação eles retornarão para suas cidades para montar os núcleos físicos do projeto.

Mais do SFn