sexta-feira , 30 outubro 2020
Essa não foi a primeira vez que a jovem foi agredida pelo acusado, tendo inclusive obtido na Justiça medida protetiva. Polícia Civil analisa se houve uma possível tentativa de feminicídio

Jovem tem fratura na perna ao ser agredida pelo ex-companheiro em São Fidélis; o acusado fugiu

Uma jovem, de 28 anos, teve uma grave fratura na perna ao ser agredia pelo ex-companheiro em São Fidélis. O caso aconteceu na noite desta terça-feira (26/03), na Rua Leotina Guimarães, no bairro da Penha. O acusado fugiu do local.

De acordo com as informações obtidas pela nossa equipe, a vítima teria levado uma rasteira, e na queda, acabou sofrendo a lesão. A jovem foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada ao Hospital Armando Vidal, mas transferida para o Ferreira Machado, onde passará por cirurgia.

De acordo com informações da Polícia Civil, essa não foi a primeira vez que a jovem foi agredida pelo acusado. Ao SF Notícias, o delegado Dr. Carlos Augusto informou que há outros procedimentos envolvendo o casal, e que vai ouvir testemunhas sobre o caso de ontem e analisar se houve uma possível tentativa de feminicídio.

Delegado vai ouvir testemunhas e apurar se foi uma lesão corporal ou uma possível tentativa de feminicídio

A Polícia Civil investiga também possíveis ameaças que o acusado estaria fazendo aos familiares da vítima. A jovem já havia conseguido na Justiça medida protetiva que impedia a aproximação do acusado, de seus familiares e testemunhas, e outros registros, mantendo-se a distância de 100 metros, mas a medida não estava em vigor pelo fato do acusado não ter sido encontrado pelo oficial de Justiça, para que o mesmo fosse notificado.

O Delegado disse ainda que é importante que as mulheres não tenham vergonha ou medo de denunciar seja qual for o tipo de violência, já que em grande parte dos casos elas desistem de fazer o boletim de ocorrência.

“Começa com uma agressão verbal, com algo simples e vai evoluindo, chegando até uma morte. É importante que as vítimas não desistam e façam o registro de ocorrência”, disse o delegado.

Mais do SFn