Johnny Maycon é eleito o novo prefeito de Nova Friburgo; confira os 21 vereadores eleitos

Ao lado do vice Serginho Doce Mania, Johnny foi eleito com 22.277 votos
Foto: SF Notícias

Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio, teve 16 candidatos a prefeito nessa eleição, atípica devido à pandemia de Covid-19. Neste domingo (15/11), dos mais de 150 mil eleitores aptos a votar 108.918 foram às urnas para escolher quem irá governar o município pelos próximos quatro anos. O mais votado, e eleito, foi o candidato Johnny Maycon (Republicanos); ele obteve 22.277, 23,28%. O engenheiro de 35 anos concorreu ao lado de Serginho Doce Mania, empresário de 46 anos, também do Republicanos. O segundo mais votado foi Wanderson Nogueira, que teve 17.726 votos. O atual prefeito concorria à reeleição, mas obteve 3.538 votos.

Os friburguenses também escolheram os 21 vereadores que vão representar a população no poder legislativo e ocupar as cadeiras da Câmara Municipal pelos próximos quatro anos. Mais de 500 pessoas se candidataram. Maiara Felicio (PT), foi a candidata mais votada. Ela recebeu 1.870 votos. Em seguida aparece Marcinho, do Republicanos, que teve 1.464 votos e foi reeleito. O terceiro mais votado foi o Joelson do Pote (PDT), que obteve 1.443 votos e também foi reeleito. Confira os 21 eleitos:
Maiara Felicio (PT), 1.870 votos
Marcinho (Republicanos), 1.464 votos
Joelson do Pote (PDT), 1.443 votos
Zezinho do Caminhão (PSB), 1.427 votos
Dirceu Tardem (PSB), 1.409 votos
Carlinhos do Kiko (PROS), 1.282 votos
Christiano Huguenin (MDB), 1.146 votos
Janio (DC), 1.139 votos
Angelo Gaguinho (DC), 1.130 votos
Isaque Demani (PP), 1.125 votos
Cascão do Povo (Patriota), 1.052 votos
Vanderleia Abrace Essa Ideia (PP), 1.024 votos
Priscilla Pitta (Cidadania), 920 votos
Professor Andre (PL), 818 votos
Claudio Leandro (PL), 814 votos
Repórter Maicon Queiroz (PSC), 783 votos
Wellington Moreira (PSL), 751 votos
Jose Roberto Pacheco Folly (PSC), 750 votos
Max Bill (Avante), 539 votos
José Carlos Schuvalwb (PRTB), 497 votos
Wallace Piran (PSDB), 496 votos

VEJA MAIS

A história de Romário, o Baixinho artilheiro

Eternizado por seus gols e atuações na Copa do Mundo de 1994, quando foi campeão e eleito o melhor jogador, Romário é considerado um dos maiores centroavantes da História do futebol brasileiro e mundial

VEJA MAIS