Instituto identifica caso da variante indiana da Covid-19 em morador de Campos

Na noite de segunda, a Prefeitura de Campos havia informado que o campista vindo da Índia e testado positivo para Covid havia voltado para isolamento no Rio

O Instituto Adolfo Lutz, da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, identificou um caso da variante indiana do coronavírus, chamada de B.1.617 em um passageiro, morador de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, que desembarcou no Aeroporto Internacional de Guarulhos no dia 22 de maio. Com a confirmação, sobe para sete o número de pessoas contaminadas pela variante no país – os outros seis são passageiros que chegaram ao Maranhão a bordo do navio MV Shandong da Zhi, atracado no litoral do estado. Há ainda outros três casos suspeitos no Distrito Federal, Espírito Santo e em Minas Gerais.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

A amostra positiva foi enviada ao Lutz e o sequenciamento finalizado nesta quarta-feira (26). Segundo o Governo de São Paulo, não há registro de caso autóctone – contaminação local – da variante no estado. O passageiro foi identificado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), responsável pelo monitoramento no aeroporto. A Anvisa informou em nota que o passageiro, quando passou pelos controles da Anvisa no Aeroporto de Guarulhos, estava negativado, tendo apresentado PCR negativo realizado nas últimas 72h e não apresentava sintomas. “A positivação dele ocorreu posteriormente, em novo exame, já em solo brasileiro. Ao ficar sabendo da positivação, no final da noite de 22 de maio, a Anvisa imediatamente acionou o Sistema de Vigilância Epidemiológica (Cievs) para busca ativa e monitoramento” – diz a nota enviada ao portal G1.

Na noite de segunda-feira (24/05) a Prefeitura de Campos havia informado que o campista vindo da Índia e testado positivo para Covid havia voltado para isolamento no Rio. “A pedido da empresa para a qual ele presta serviços, o homem foi para um hotel no Rio de Janeiro nesta segunda-feira (24), onde permanecerá em isolamento. Outros dois trabalhadores que o acompanhavam, também residentes em Campos, já realizaram exames e testaram negativo para a doença. Eles estão sendo monitorados pela equipe do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs/Campos) e ficarão em isolamento domiciliar nos próximos sete dias” – informou a prefeitura. O município foi notificado sobre o caso no domingo. “Neste domingo, o CIEVS/Campos foi informado que um trabalhador campista havia testado positivo para a Covid-19 após chegar da Índia após desembarcar no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. O município foi informado que o passageiro estava se deslocando para Campos em carro fretado pela empresa, apresentando cefaleia e rouquidão” – havia informado a prefeitura.

Com informações do portal G1

VEJA MAIS

VEJA MAIS