Inea flagra extração ilegal de barro às margens da RJ-116 em Macuco

O Inea informou que um menor de idade, que manuseava a retroescavadeira, e mais uma pessoa foram levados para a delegacia

imagens: divulgação Inea

Em uma fiscalização rotineira no município de Macuco, na Região Serrana do Rio, o Instituto Estadual do Ambiente (Inea), por meio da Superintendência Rio Dois Rios, impediu nesta terça-feira (06/07), o avanço de extração ilegal de barro que causava impactos ao meio ambiente como supressão de vegetação e movimentação do solo sem a devida licença ambiental. A ação contou com apoio da Polícia Ambiental.

De acordo com o órgão ambiental, ao percorrerem a RJ-116, os técnicos flagraram a atividade a pleno vapor. No local as equipes encontraram uma retroescavadeira e um caminhão. O Inea informou ainda que um menor de idade, que manuseava a retroescavadeira, e mais uma pessoa foram levados para a delegacia. O caso foi registrado na 154ª Delegacia de Polícia de Cordeiro, que é responsável por Macuco. O local foi periciado pela Polícia Civil.

Os moradores da região devem colaborar com o combate aos crimes ambientais através do site Fala.BR. As denúncias também podem ser feitas através do Programa Linha Vede, que é o Disque Denúncia do Meio Ambiente no estado do Rio, através dos telefones 03000 253 1177 (custo de ligação local) e (21) 2253 1177, pelo aplicativo “Disque Denúncia RJ” ou ainda por meio do site do Disque Denúncia (www.disquedenuncia.org.br). Em todos os canais, o anonimato é garantido ao denunciante.

VEJA MAIS

VEJA MAIS