Idosos do ‘Lar dos Velhinhos’ de Santa Maria Madalena dão conselhos aos jovens: “ter mais respeito e amor”

Segundo a diretora da entidade, ideia da dinâmica surgiu com a publicação de outro asilo nas redes sociais. “Estamos vivendo um momento difícil e os idosos também sentiram na pele não poder receber visitas de seus familiares e amigos. Com isso tivemos que inovar nas atividades” - disse
Fotos: Divulgação

Eles são sinônimo de sabedoria e experiência, adquiridas ao longo dos anos. Mas, nem sempre suas vozes são ouvidas. São poucos os jovens que param para escutar os ensinamentos dos idosos. Foi pensando justamente em levar esses ensinamentos as gerações mais jovens que a Caixa de Esmolas São João da Escócia, entidade filantrópica mais conhecida como Lar dos Velhinhos, em Santa Maria Madalena, se inspirou em uma dinâmica que vem sendo realizada em outros asilos. De acordo com a diretora e Assistente Social, Gisele de Paula Campos, foi solicitado que os idosos dessem um conselho para os jovens. “A ideia surgiu através de uma publicação de outro asilo, e que teve muitas marcações na postagem. Quis fazer igual com os lindos rostinhos de nossos queridos residentes” – conta, destacando que teve ajuda da funcionária Talita e da técnica de enfermagem Silvia. Segundo a diretora, foi uma grande satisfação para os vovôs e vovós poderem falar e serem ouvidos. (continua após a imagem)

Ter mais amor e respeito foram os conselhos que se destacaram. Os idosos orientam ainda a “trabalhar mais o cérebro que a máquina”, “ser honesto”, “tratar as pessoas com carinho”, “estudar”, “ter mais amizades” e até a cozinhar e ter muita felicidade. Uma das idosas orientou a não ficar muito tempo no telefone, e o conselho do senhor Anízio, de 96 anos, foi “ser namorador”. Nesse momento de pandemia, a entidade tem realizado diversas atividades, já que as visitas, festas e passeios precisaram ser suspensos. “Estamos vivendo um momento difícil e os idosos também sentiram na pele não poder receber visitas de seus familiares e amigos. Com isso tivemos que inovar nas atividades e passatempos, pra tentar suprir a carência” – relata a diretora Gisele. Ela conta ainda que não esperava tanta interação, e que a publicação nas redes sociais rendeu vários comentários e compartilhamentos. Confira AQUI.

VEJA MAIS

VEJA MAIS