Idoso de Campos se recupera da Covid-19, vence medo e é vacinado aos 110 anos

“Estava apreensivo em tomar a vacina. Agora quero voltar aqui daqui a alguns dias e poder tomar a segunda dose. Preciso ficar forte para arrumar até uma namorada”, brincou seu Davino, que foi o segundo paciente mais idoso a vencer a doença no Norte Fluminense

Imagens: César Ferreira

Com 110 anos, Davino Cordeiro Leodoro, morador de Guarus, em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, se emocionou ao tomar a primeira dose da vacina contra o coronavírus nesta quarta-feira (31/03). Em junho do ano passado ele foi diagnosticado com Covid-19 e chegou a ficar 18 dias internado no Centro de Controle e Combate ao Coronavírus (CCCC).

Davino tinha medo da vacina, mas criou coragem ao ver a filha receber a dose. “Estava apreensivo em tomar a vacina. Agora quero voltar aqui daqui a alguns dias e poder tomar a segunda dose. Também quero comer ainda mais, porque fiquei um pouco fraco quando tive a doença e não queria comer muito naquela época. Mas preciso ficar forte para arrumar até uma namorada”, brincou seu Davino.

continua após a imagem

Aos 110 anos, ele relembrou algumas pandemias que, ao longo do tempo, tiraram a vida de milhares de pessoas. “Foram muitas mortes, muito triste tudo isso. A que me recordo bem foi a gripe Espanhola e, depois de anos, ouvia no rádio sobre outras mortes, como na Ásia, que matou muita gente”, recorda seu Davino. Na época que contraiu a Covid-19, em junho, seu Davino era o segundo paciente mais idoso a vencer a doença no Norte Fluminense. Pai de sete filhos, avô de 11 netos e 18 bisnetos, o idoso será vacinado com a segunda dose daqui a 21 dias.

Dados da Covid-19 em Campos
Desde o início da pandemia Campos já registrou 23.805 casos de Covid-19. Desse total, 21.575 campistas já se recuperaram e 843 perderam a vida lutando contra a doença. De acordo com a prefeitura, nesta quarta-feira (31) foram registrados 80 novos casos e 05 novas mortes, que ocorreram nas últimas 24h. Ainda segundo a Prefeitura, Campos segue com 100% dos leitos ocupados. Até o fim da noite desta quarta, 45 pessoas estavam na fila de espera por leitos de UTI e 09 aguardando leitos clínicos.

VEJA MAIS

VEJA MAIS