Homem é encaminhado à delegacia após área às margens de córrego ser aterrada, em Cordeiro Policiais ambientais foram ao local após denúncias de que parte de um córrego que deságua no Rio Macuco estava sendo aterrada, desviando o curso da água

Policiais ambientais foram ao local após denúncias de que parte de um córrego que deságua no Rio Macuco estava sendo aterrada, desviando o curso da água

Foto: SF Notícias

Policiais ambientais encontraram, no último sábado (19/09), um terreno com cerca de 500 metros quadrados já aterrado às margens de um córrego no município de Cordeiro, na Região Serrana do Rio. Segundo o Programa Linha Verde, o Disque Denúncia do Meio Ambiente, policiais ambientais foram até o bairro Dois Vales após receberem denúncias de que um morador vinha aterrando parte de um córrego que deságua no Rio Macuco, desviando o curso da água a fim de que pudesse realizar construções irregulares naquela localidade. De acordo com a equipe da Unidade de Policiamento Ambiental do Parque Estadual dos Três Picos, quando os agentes chegaram ao local informado, constataram o aterramento de um terreno que chegava até um córrego próximo e questionaram o homem indicado nas denúncias sobre as licenças necessárias. (continua após a publicidade)

Como ele informou não as possuir, foi encaminhado à 154ª Delegacia Legal de Cordeiro, onde o caso foi registrado com base no artigo 60 da lei de crimes ambientais. Importante frisar que em todo o estado do Rio, a população pode denunciar os crimes contra o meio ambiente ao Linha Verde, através do telefone 0300 253 1177 (custo de ligação local) ou ainda pelo aplicativo para celulares “Disque Denúncia RJ”. Em todos os canais, o anonimato é garantido ao denunciante.

Com informações do Disque Denúncia RJ

Mais do SFn