Há um ano, Friburgo e Trajano registravam geada em um dos dias mais frios de 2019 Em julho do ano passado, uma grande e forte massa de ar frio de origem polar derrubou as temperaturas na região. No dia 7 de julho de 2019, um termômetro (não oficial) marcou 0°C em Friburgo

Em julho do ano passado, uma grande e forte massa de ar frio de origem polar derrubou as temperaturas na região. No dia 7 de julho de 2019, um termômetro (não oficial) marcou 0°C em Friburgo

Fotos: Maycon Miller/ Arquivo pessoal

Nos primeiros dias de julho de 2019, uma grande e forte massa de ar frio de origem polar avançou sobre o Brasil. A previsão era de que o país sentisse um resfriamento muito intenso. Na Região Serrana do Rio, algumas cidades “congelaram”, registrando geada no amanhecer do dia 7 de julho, há exatamente um ano. Em Nova Friburgo, um termômetro não oficial localizado no Centro marcou 0°C naquele domingo, que foi um dos dias mais frios de 2019. A menor temperatura registrada oficialmente pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) foi 1°C, no dia 12 de julho. Na região de Salinas, zona rural do município, a geada congelou alguns pés de alface na propriedade do Maycon Miller e de sua esposa Juliana, que são produtores orgânicos, o Orgânicos Miller. O sítio deles fica em pedra solta, em Três Picos. Em entrevista ao SF Notícias na ocasião, Maycon contou que nos dias mais frios eles precisam acordar antes do sol nascer para irrigar as plantações e evitar que a geada derreta, e queime as folhas. Naquele domingo eles acordaram por volta das 6h para fazer a irrigação. (continua após a imagem)

Geada registrada em Trajano de Moraes em 2019. Fotos: Divulgação/Prefeitura de Trajano

O produtor de Friburgo contou ainda que aquela foi a primeira geada registrada em 2019, mas que o fenômeno já havia sido registrado nos anos anteriores. No mesmo dia também geou em Trajano de Moraes. A moradora da localidade de Tirol, Jussara Mafort, de 32 anos, tirou fotos na geada. Segundo ela, o registro foi feito por volta das 7h40, no quintal de sua casa (foto capa). Na data a Prefeitura de Trajano, informou que não houve perdas para os produtores por conta do frio intenso. A Prefeitura informou ainda que naquele mês, além de Tirol e Alto Macabu, outros pontos também registraram baixa na temperatura, como Ponte Nova, Maria Mendonça, Ponte de Zinco, Gravatá, Arranchadouro e Vila da Grama. A administração municipal chegou a afirmar que a temporada de inverno de 2019 em Trajano, estava sendo a mais fria dos últimos anos. Em maio deste ano, uma grande forte massa de ar frio se espalhou sobre o Brasil e trouxe um pouco do inverno para o outono fluminense. Diversas cidades da região tiveram a madrugada/amanhecer mais gelados do ano. Em Friburgo, a menor temperatura oficial registrada foi 3.5°C, pela estação meteorológica localizada em Salinas, na zona rural. Já na área central, um termômetro marcou apenas 1°C, na Avenida Alberto Braune. Segundo relatos de moradores nas redes sociais, foi registrada geada no distrito de Conquista. (Reveja AQUI)

Geada na localidade de Tirol em 2019.

Mais do SFn