terça-feira , 22 setembro 2020

Gato-mourisco, espécie rara, é encontrado morto na RJ-160 em Cantagalo Oficialmente, esse é o quarto registro de um Jaguarundi na Região Serrana. No ano passado, um filhote foi encontrado em Cantagalo. O animal também é conhecido pelo nome científico puma yagouaroundi

Oficialmente, esse é o quarto registro de um Jaguarundi na Região Serrana. No ano passado, um filhote foi encontrado em Cantagalo. O animal também é conhecido pelo nome científico puma yagouaroundi

Foto: Sebastião da Conceição

Um Jaguarundi, conhecido também como gato-mourisco ou pelo nome científico puma yagouaroundi, foi encontrado morto na RJ-160, em Cantagalo, na Região Serrana do Rio. O felino é uma espécie rara de ser encontrada e ameaçada de extinção. O animal foi encontrado por um morador de Cordeiro na manhã desta quarta-feira (15/07) próximo ao Trevo da Aldeia. Ao SF Notícias, Sebastião da Conceição Martins, conhecido como Tião do churros, disse que estava pedalando quando encontrou o animal às margens da rodovia. Possivelmente ele tenha sido atropelado, mas segundo Sebastião, não havia marcas de sangue na rodovia, e aparentemente, o animal não tinha marcas de ferimentos. O SF Notícias conversou com o biólogo Francis Leandro, presidente da ONG SOS Vida Silvestre, que disse que hoje há muita dificuldade de se encontrar esse animal na natureza por conta da perda de habitat. A ONG desenvolve um trabalho juntamente com a Rota 116, de monitoramento e prevenção a acidentes com animais na rodovia, a chamada ecologia de estradas, além do resgate de fauna e educação ambiental. (continua após a publicidade)

Um dos animais que foi encontrado na região está no museu

A ONG possui um museu com animais empalhados que foram vítimas de atropelamentos em rodovias e um Centro Educacional Ambiental. No museu a população pode conhecer a biodiversidade da região. A ONG faz um trabalho educacional e de conscientização para reduzir as perdas de animais na região. Francis disse ainda que, oficialmente, há quatro registros de aparecimentos do gato-mourisco na região, sendo um deles feito pelo próprio biólogo. Dois dos registros foram feitos na RJ-112, sendo um em Cachoeiras de Macacu e o outro em Guapimirim. Os outros dois foram feitos em Cantagalo. No ano passado o Corpo de Bombeiros recolheu um filhote de Jaguarundi. O quarto registro foi o de ontem, feito pelo morador. O animal encontrado às margens da RJ-160 mede 103 centímetros de comprimento e 37 de altura. Ele foi recolhido pela ONG SOS Vida Silvestre.

Mais do SFn