Fundador do Grupo Mil, empresário Josemo Corrêa de Mello morre em hospital do Rio O grupo começou um armazém na década de 60, no município de Três Rios. Atualmente, são mais de 20 lojas espalhadas pelo estado, com mais de 6 mil funcionários

O grupo começou um armazém na década de 60, no município de Três Rios. Atualmente, são mais de 20 lojas espalhadas pelo estado, com mais de 6 mil funcionários

Fotos: Reprodução

Morreu nesta segunda-feira (24/08) o empresário Josemo Corrêa de Mello, de 81 anos, fundador do Grupo Mil. Diagnosticado com o novo coronavírus, ele estava internado em um hospital particular no Rio de Janeiro desde julho, em tratamento de complicações causadas pela doença. O velório e sepultamento ocorreram nesta terça (25) em Três Rios, no Sul do Estado do Rio. A família não divulgou oficialmente a causa da morte. A empresa começou com um armazém na década de 60, no município de Três Rios. Atualmente, são mais de 20 lojas espalhadas pelo estado, com mais de 6 mil funcionários. Além do gênero alimentício, o grupo também atua na construção civil, tendo inclusive uma filial em Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense, a fábrica de argamassa que utiliza como matéria-prima os resíduos finos e aparas, proveniente do corte de rochas decorativas, fato que lhe confere sustentabilidade e responsabilidade socioambiental. Também há lojas em Friburgo. (continua após a publicidade)

Em nota publicada em uma rede social, a Prefeitura Municipal de Três Rios lamentou o falecimento do empresário e informou que o executivo decretou luto oficial por três dias. “Lamentamos profundamente a perda de um dos maiores empreendedores da nossa cidade. Com visão sempre à frente do seu tempo, Sr. Josemo se tornou um dos principais protagonistas no desenvolvimento sócio-econômico do município de Três Rios e região. Que Deus conforte os corações de seus familiares, colaboradores e amigos, nesse momento de profunda dor, mas também de gratidão por tudo que fez por nossa cidade e pela população trirriense” – diz a publicação. O Coordenador Regional Centro Sul do Sebrae Rio, Jorge Pinho, também lamentou o falecimento e deixou seu depoimento sobre o empresário e sua trajetória: “Por definição, de forma bem simples, entendemos como empreendedor aquele que inicia algo novo e que vê o que ninguém vê. Aquele que realiza antes e que sai da área do sonho, do desejo e parte para a ação. Nada define melhor a vida do “Seu Josemo”. Ele foi a personificação do empreendedor, mas de forma superlativa. Sua importância para as cidades, a economia e as pessoas que tiveram o privilégio de ter seus caminhos cruzados com o dele é imensurável. Todas as homenagens serão poucas para demonstrar o quanto esse empreendedor foi gigante para essa região. Nosso respeito e admiração sempre”.

Mais do SFn