quinta-feira , 22 outubro 2020

Família de S.Fidélis pede doações de sangue para menina de 3 anos que luta contra leucemia e está internada no Rio Alice foi diagnosticada com leucemia durante uma viagem de férias com a família, no Espírito Santo. Ela iniciou o tratamento em Vitória, e no momento está internada no Rio de Janeiro

Alice foi diagnosticada com leucemia durante uma viagem de férias com a família, no Espírito Santo. Ela iniciou o tratamento em Vitória, e no momento está internada no Rio de Janeiro

Fotos: Arquivo pessoal

Durante uma viagem de férias, a vida de uma família moradora de São Fidélis, no Norte Fluminense, mudou completamente. No mês de janeiro, Alice Pinheiro dos Santos, de 3 anos, aproveitava as férias em Guarapari, no Espírito Santo, quando começou a ter febre. “Fizemos todos os exames e só achou uma pequena anemia, passamos por hemato e ele falou que ela não tinha nada, mas eu achava estranho porque ela ficava muito pálida e cansadinha, e ele liberou para viajar, estava na praia quando ela começou a dar febre, foram 3 dias de febre, daí levei ao Hospital Infantil de Guarapari público” – relata Glausia Pinheiro, mãe de Alice, que desde que descobriu que a filha tem Leucemia Linfoide Aguda, tipo B, usa as redes sociais para falar sobre o tratamento da filha e ajudar outras mães e pais. “Quando eu descobri o câncer dela fiquei perdida, não entendia nada nem onde tratar ela, consegui ajuda através de rede social. Fora os sintomas, se eu estivesse em São Fidélis eles não iam descobrir. Ela ficou internada (em um hospital particular) e eles falaram que era virose. Viajei porque eles falaram que ela não tinha mais nada e lá em uma consulta descobri, e já era tarde porque já tinha ido para o sistema nervoso, se descobrisse um mês antes ela não estaria fazendo um tratamento mais agressivo” – disse ao SF Notícias. (continua após a publicidade)

Durante 55 dias, Alice ficou internada no Hospital Infantil, nas instalações do Hospital da Polícia Militar (HPM), em Vitória, onde passou por quimioterapia. No momento, a pequena está internada no Prontobaby, Hospital da Criança no Rio de Janeiro, onde dá continuidade ao tratamento. “Teve umas sessões de quimio que ela ficou internada, aí ficamos aqui (no Rio), e teve umas que ela ficou bem e fomos pra casa. Uma semana em casa e uma aqui. Ela faz exame de sangue toda segunda aqui no Rio, então nunca ficamos uma semana completa em casa” – conta Glausia. No momento, a família faz um apelo por doações de sangue, pois devido ao tratamento Alice precisa receber hemoglobina e plaquetas. O tipo sanguíneo de Alice é O-, mas o pedido é por doações de qualquer tipo sanguíneo em nome de Alice Pinheiro dos Santos. As doações devem ser realizadas no Banco de Sangue Serum: Hospital do Carmo, Rua Riachuelo, nº 43, 3º andar, Centro, Rio de Janeiro. “Só não temos como trazer ninguém, pedimos pra quem vem com frequência ou quem tem parentes aqui” – disse Glausia. Ela enfatiza ainda que o “Setembro Dourado”, é o mês da conscientização do câncer infantil e alerta para a importância de um diagnóstico precoce. “Quanto mais cedo descobrir melhor chance de cura. Tenho postado muita coisa este mês por causa disso. Uso Alice pra ajudar as pessoas, ajudo muitas mães e muitas pessoas” – afirma. O Instagram dela é @glausia8024.

Mais do SFn