Falta pouco! empresa inicia reforma da linha férrea para início da operação do Trem Turístico Rio-Minas

O trem turístico Rio-Minas vai passar por municípios entre os dois estados, alavancando o turismo e fazendo com que os moradores possam reviver a história da ferrovia

A VLI Logística, através da Prumo Engenharia, iniciou as obras de reforma e manutenção de um trecho de 37 quilômetros de linha férrea para efetivação do projeto Trem Turístico Rio-Minas. A reforma da linha é o único fator que até o momento está impedindo o início da operação do trem turístico, mas com o início da obra, falta pouco para um grande sonho se tornar realidade! A reforma da linha férrea comtempla os municípios de Três Rios, Chiador e Sapucaia, onde inicialmente o Trem Turístico Rio-Minas vai circular. A expectativa é de que a obra fique pronta antes do final deste ano.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

O projeto foi idealizado pelo Paulo Henrique do Nascimento, que desde 2015, junto a ONG Amigos do Trem, fundada por ele, articulava a viabilização do trem turístico, após a desativação da linha que realizava transporte de bauxita, mas Paulo morreu em novembro de 2018, em decorrência de um câncer. A Cyntia Nascimento, sobrinha dele, deu prosseguimento ao sonho do tio e de milhares de pessoas que querem retornar aos trilhos e reviver o passado. Agora, o sonho do Paulo e de tantas outras pessoas está cada vez mais perto de ser realizado.

continua após a imagem

Pelo projeto inicial, o trem turístico comtemplaria os municípios de Três Rios/RJ, Chiador/MG, Sapucaia/RJ, Além Paraíba/MG, Volta Grande/MG, Recreio/MG, Leopoldina/MG e Cataguases/MG, mas assim que começar a operar, o trem passará por Três Rios, Chiador e Sapucaia. Na sequência em que a linha férrea for sendo reformada, o projeto vai se estendendo para as demais cidades.

Para a implementação do projeto, a ONG Amigos do Trem possui duas locomotivas e 15 vagões que irão transportar até 870 turistas por viagem. Neste mês de junho a ONG completou 25 anos de existência e de uma história de luta e empenho na preservação ferroviária, determinação, união e projetos que visam o crescimento e desenvolvimento social.

continua após a imagem

Em uma postagem em uma rede social a ONG agradeceu empresas, empresários, entidades e órgãos públicos que abraçaram a ideia para que o projeto pudesse sair do papel, e fizeram um agradecimento especial ao Paulo Henrique do Nascimento; “o nosso eterno presidente e fundador desta ONG que idealizou o projeto e deu a vida para que fosse efetivado”, diz a publicação.

VEJA MAIS

VEJA MAIS