quarta-feira , 21 outubro 2020
Foto: SF Notícias

Exame testa negativo para Covid-19 em jovem que morreu no hospital de São Fidélis No dia da morte uma prima do jovem disse que ele deu entrada na unidade com dor no dente que evoluiu para uma infecção; chefe do CTI afirmou que quadro do jovem evoluiu de forma muito grave e de maneira incomum, o que levou a equipe médica a abrir investigação para Covid-19

No dia da morte uma prima do jovem disse que ele deu entrada na unidade com dor no dente que evoluiu para uma infecção; chefe do CTI afirmou que quadro do jovem evoluiu de forma muito grave e de maneira incomum, o que levou a equipe médica a abrir investigação para Covid-19

Fotos: arquivo

Foi descartada como Covid-19 a causa da morte do jovem Israel Rezende Amaral, de 19 anos, que faleceu no último dia 04 no Hospital Armando Vidal, em São Fidélis. Na declaração de óbito, além de Empiema Pleural, Choque Séptico, Pneumonia Bacteriana e Asma, a unidade hospitalar também fez uma notificação para caso suspeito de coronavírus, o que causou uma indignação na família do jovem, que não pôde realizar um velório convencional. O velório durou pouco tempo e o caixão ficou fechado. Segundo a família, Israel deu entrada na unidade com dor de dente e uma infecção, que acabou evoluindo e agravando o quadro de saúde do jovem.  Ainda segundo a família, ele ficou cerca de três dias internado na enfermaria antes de ser encaminhado para o CTI da unidade hospitalar, onde faleceu. (continua após a publicidade)

A direção do Hospital Armando Vidal informou que não irá se pronunciar sobre o resultado negativo para Covid-19, e disse que todas as informações foram esclarecidas em um vídeo postado no último dia 05. No vídeo, o diretor do Hospital, Filipe Mocaiber, afirmou que “toda a conduta dentro do hospital tem que ser pautada e respaldada em procedimentos técnicos e em estudos científicos”. Já o chefe do CTI, o médico Alexandre Aguiar, disse que se tratava de um paciente jovem com um quadro incomum de insuficiência respiratória. “Nos sentimos obrigados, até por uma questão ética, de investigar todas as possíveis causas dentro de um contexto de uma doença que evoluiu de uma forma muito grave e de uma maneira incomum em um paciente jovem. Dentre elas, foi feita a notificação pro Covid-19. Ela é uma das doenças que acometem o pulmão e em vista dessa condição atual foi necessária uma notificação, até para poder afastar possíveis dúvidas no futuro” – explicou. (Veja AQUI) O município contabiliza cinco casos confirmados de coronavírus, sendo quatro pessoas da mesma família e uma profissional da saúde que trabalha em Macaé. Há ainda um caso suspeito aguardando resultado do laboratório estadual.

Mais do SFn