segunda-feira , 10 agosto 2020

Em live, Eduardo Costa e Leonardo citam São Fidélis ao falarem sobre cantor Barrerito Élcio Neves Borges, o Barrerito, nasceu em São Fidélis em 1942, tendo iniciado a carreira ao lado do irmão Jaci

Élcio Neves Borges, o Barrerito, nasceu em São Fidélis em 1942, tendo iniciado a carreira ao lado do irmão Jaci

Fotos: Reprodução

Em uma live realizada na noite desta sexta-feira (01/05), feriado do Dia do Trabalhador, os cantores Eduardo Costa e Leonardo citaram a cidade de São Fidélis (veja o vídeo no final), Norte Fluminense, durante uma conversa após cantarem a música “Blusa Vermelha”, do Trio Parada Dura, que teve como um dos integrantes o fidelense Élcio Neves Borges, mais conhecido como Barrerito. Após afirmar que Leonardo é seu maior ídolo na música, Eduardo Costa disse que considera Barrerito como o maior cantor da história do país se tratando de música sertaneja. “Só que ele não é só o maior cantor cantando de primeira voz, porque ele é o cara que fazia a melhor segunda voz que eu já vi na minha vida, ninguém se compara a ele” – ressaltou Eduardo, que já trabalhou com o fidelense. Logo depois, Leonardo comenta que as duas primeiras vozes que eles amam vieram de famílias de agricultores. “O Barrerito é da onde? – questiona Leonardo. “É carioca” – diz Eduardo Costa. “De São Fidélis” – completa Leonardo. (continua após a publicidade)

Nascido no dia 22 de outubro de 1942, o cantor, violinista e violeiro, Élcio Neves Borges fez parte da segunda formação do Trio Parada Dura a partir de 1976, ao lado de Mangabinha e Creone. No dia 6 de setembro de 1982, o trio sofreu um acidente de avião, no interior de São Paulo, que deixou Barrerito paraplégico e levou seu irmão Parrerito a assumir seu lugar. O fidelense iniciou carreira solo como o “Cantor das Andorinhas”, em 1987, quando gravou seu primeiro LP “Onde Estão Os Meus Passos”, pela Copacabana, com destaque para a faixa-título, junto a Carlos Randall e Nilza Carvalho. O cantor ganhou dezenove discos de ouro e oito de platina. A “Cabaré Live” com Eduardo Costa e Leonardo teve início às 20h através dos canais dos cantores no YouTube e terminou às 00h15, com 4h15 de duração. Foram cerca de 9 milhões de espectadores.

Mais do SFn