Eike tem três dias para pagar fiança de R$ 52 milhões e não voltar para prisão

Fonte: G1

O juiz Marcelo Bretas decidiu nesta sexta-feira (12/05) dar novo prazo de três dias úteis para que o empresário Eike Batista pague a fiança de R$ 52 milhões para permanecer em prisão domiciliar. Caso não pague, o empresário terá que voltar para a cadeia.

Eike é réu no processo da Operação Eficiência, da 7ª Vara Federal Criminal. O empresário é acusado de pagar US$ 16,5 milhões em propina ao ex-governador do Rio, Sérgio Cabral.O empresário chegou a ser preso preventivamente em janeiro, mas foi solto no fim do mês passado, por ordem do Supremo Tribunal Federal (STF).

Na semana passada, o juiz Bretas havia determinado que Eike pagasse uma fiança de R$ 52 milhões para continuar em prisão domiciliar e estipulou prazo de cinco dias úteis para o pagamento. O prazo foi suspenso na terça-feira (9) depois que a defesa de Eike afirmou que R$ 78 milhões do empresário estavam bloqueados em excesso pela 3ª Vara Federal Criminal.

O novo prazo foi dado após a juíza Rosália Figueira, da 3ª Vara Federal ter negado que existam bens de Eike bloqueados a mais em processos da 3ª Vara, como alegaram os advogados do empresário.

VEJA MAIS

VEJA MAIS