Detran faz operações de fiscalização em Campos; principal alvo são as “motos barulhentas”

Na última quarta (09), o presidente da Câmara de Vereadores de São Fidélis, Carlos Rogério, o Rogerinho, informou que irá acionar a PM para que a instituição coíba o uso de motos sem escapamentos no município

O Detran.RJ realizou, entre a última terça (8) e esta sexta-feira (11/12), em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, operações de fiscalização para coibir, principalmente, o tráfego de motocicletas irregulares, as chamadas “motos barulhentas”, sem escapamento. O departamento segue dando apoio a prefeituras que solicitam auxílio para fiscalizar os veículos que circulam no município. Nos quatro dias de operação, agentes da Coordenadoria de Fiscalização realizaram 208 abordagens, com 342 infrações de trânsito aplicadas. Também foram emitidas 91 notificações de encaminhamento ao posto para sanar as irregularidades. Além disso, um ônibus foi autuado por mau estado de conservação.

continua após a imagem

Em apenas um ano, 36 mil motos a mais passaram a circular no estado do Rio. Com esse aumento, cresceu também o incômodo com o barulho desses veículos. Isso porque alguns motociclistas adulteram o sistema de escapamento, ampliando o ronco dos motores. Para coibir essa irregularidade, a Coordenadoria de Fiscalização do Detran.RJ apoia prefeituras que solicitam reforços para operações municipais. De acordo com o artigo 230 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), conduzir o veículo com alguma característica alterada, seja ela cor ou até mesmo o escapamento, é uma infração de trânsito grave, gerando multa no valor de R$195,23.

Em São Fidélis
Durante a sessão da última quarta-feira (09/12), o presidente da Câmara de Vereadores de São Fidélis, Carlos Rogério V. da Silveira, o Rogerinho, informou que irá acionar a Polícia Militar para que a instituição coíba o uso de motos sem escapamentos no município, as chamadas motos barulhentas, que tanto incomodam a população (reveja AQUI).

VEJA MAIS

VEJA MAIS