Crime bárbaro: Acusados de matar taxista encontrado degolado são presos pela polícia

Jorge Maxi da Silva, de 61 anos, foi encontrado morto degolado ao lado do seu carro na BR-101. Acusados estavam escondidos em uma área de mata às margens da rodovia

Policiais do 32º Batalhão de Polícia Militar (BPM) prenderam dois homens que são acusados de terem assassinado com golpes de faca o taxista Jorge Maxi da Silva, de 61 anos. O taxista foi encontrado, na manhã desta terça-feira (05/10), morto degolado ao lado de seu carro, que estava parado no acostamento da BR-101, na altura do trevo de acesso aos municípios de Conceição de Macabu e Quissamã, próximo ao limite com Campos e da praça de pedágio.

Tem Instagram ❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

Os acusados do crime – um de 18 e outro de 38 anos – foram presos também na BR-101, na altura do Trevo da Andorinha, ao saírem de uma mata, onde se esconderam após o crime e permaneceram esperando anoitecer para tentar fugir, mas acabaram presos.

Para os policiais os acusados contaram que ao embarcarem no táxi na rodoviária de Macaé, pediram uma corrida com destino à cidade de Campos, onde supostamente seguiriam em um ônibus para a Bahia. Porém, no caminho, eles anunciaram o assalto e a vítima acabou reagindo. Os acusados contaram ainda que houve uma luta corporal e eles golpearam a vítima com uma faca. Jorge Maxi morava e trabalhava em Macaé, onde será sepultado nesta quarta.

VEJA MAIS

VEJA MAIS