sexta-feira , 30 outubro 2020

Corpo de bombeiros promove simulação de acidente em São Fidélis

SAM_0285
Fotos: Vinnicius Cremnez

Na manhã dessa quarta-feita (14), o Corpo de Bombeiros de São Fidélis, por volta das 10h30, promoveram uma operação simulada na Av. Sete de setembro – Centro.

O evento contou com a presença de outros órgãos externos do município, como a Guarda Civil e a Polícia Militar. A simulação foi a de uma capotagem, onde duas pessoas voluntárias simularam ser as vítimas do acidente.

Na operação, os bombeiros cumpriram com todos os procedimentos que devem ser feitos em um caso desse porte, como Resgate Veicular (Procedimento de localização, acesso, estabilização e transporte das vítimas que estejam presas às ferragens de um veículo acidentado), Desencarceramento (Movimentação e retirada das ferragens que estão prendendo a vítima e/ou impedindo o acesso dos socorristas), Extração (Retirada da vítima das ferragens e após a utilização de todas as imobilizações adequadas) e outros.

Segundo o Coronel do Corpo de Bombeiros, Rodolfo Corrêa de Souza, a importância desse evento se deve a uma possível medição dos níveis de qualidade do atendimento, que a corporação presta à população local, em que todos os quartéis realizam.

Coronel dos bombeiros

“Com este exercício conseguimos mensurar a qualidade de atendimento e o nível técnico profissional dos nossos militares, um processo importante para detectar alguns defeitos e falhas em protocolos, para assim melhorarmos o atendimento e a técnica desenvolvida a cada evento.” Acrescentou o Coronel.

Afirmou também, que é possível melhorar a agilidade e atendimento as vítimas que encontram no dia a dia, um exercício que é previsto dentro da corporação dos bombeiros por duas vezes no ano, sendo esta ocorrida no primeiro semestre, e a do segundo semestre um outro evento será feito com novas avaliações.

“A integração de outros órgãos junto com o corpo de bombeiros, a polícia militar e a guarda municipal, muito nos ajudaram no decorrer dessa operação, em que sempre precisamos da ajuda deles, como eles também fazem alguns eventos e precisam de nós. Quem ganha com tudo isso, sem dúvida, é a comunidade.” Finalizou Rodolfo Corrêa.

 

 

Mais do SFn