Comissão não se manifesta e votação do parecer do TCE, que rejeitou contas de 2016 do ex-prefeito Fenemê, é adiada

Seguindo o regimento, presidente da Câmara de São Fidélis escolheu um novo relator, que terá 10 dias úteis para apresentar um parecer
Fotos: Reprodução/ SF Notícias

A votação do parecer prévio do Tribunal de Contas do Estado – que rejeitou as contas de 2016 do ex-prefeito Luiz Carlos Fernandes Fratani, Fenemê  – foi adiada pela Câmara Municipal de São Fidélis nesta segunda-feira (25/06).

De acordo com o presidente da casa, o vereador Carlos Rogério, a comissão de finanças e orçamentos, responsável por apreciar o parecer do Tribunal de Contas e aprová-lo ou rejeitá-lo, no prazo improrrogável de 30 dias úteis, não se manifestou.

Seguindo o regimento interno, o presidente designou um novo relator, o vereador Jonathas Silva de Souza, John de Efinho. Ele terá um prazo de 10 dias úteis improrrogáveis para emitir o parecer. A votação acontecerá no dia 11 de julho.

Durante a sessão, na noite desta segunda, apenas Oberlan Plouvier, que compõe a comissão de finanças e orçamentos junto aos vereadores Higor Porto e Amauri Araújo, se manifestou. Ele afirmou que houve falha da comissão e deixou claro o seu voto “meu parecer é favorável que siga o Tribunal de Contas”.

De acordo com o TCE-RJ, o ex-prefeito não foi capaz de justificar o déficit deixado pelo seu governo de aproximadamente R$1.172.00,00 (um milhão cento e setenta e dois mil reais).  Gastos de R$1.709.000,00 (um milhão setecentos e nove mil reais) sem os devidos registros contábeis também foram questionados pelo relator do processo.

VEJA MAIS

VEJA MAIS