Com medidas de prevenção à Covid-19, comércio volta a abrir em São Fidélis Comerciantes devem controlar o acesso e distanciamento dos clientes, além de assegurar que os clientes utilizem máscaras e realizem a higienização das mãos antes de entrarem no estabelecimento

Comerciantes devem controlar o acesso e distanciamento dos clientes, além de assegurar que os clientes utilizem máscaras e realizem a higienização das mãos antes de entrarem no estabelecimento

Fotos: SF Notícias

Parte dos estabelecimentos comerciais voltou a abrir nesta segunda-feira (01/06), em São Fidélis, Norte Fluminense. A reabertura acontece após quase 20 dias desde que a Prefeitura acatou uma decisão judicial que determinava que o município seguisse as restrições de um decreto do Governo do Estado, entre elas, a suspensão do atendimento ao público no comércio considerado não essencial. De acordo com a Prefeitura, a publicação do novo decreto leva em conta o elevado número de pacientes recuperados do coronavírus, 166 até o momento. Apesar da flexibilização, os comércios estão sujeitos à penalidades cabíveis incluindo a cassação da licença de localização e funcionamento e aplicação de multa em caso de descumprimento das medidas restritivas. (continua após a publicidade)

Entre as medidas de prevenção a serem adotadas pelos comerciantes estão o controle no distanciamento e acesso dos clientes; gerenciamento de filas; intensificação das ações de limpeza e higiene; disponibilização e exigência do uso de máscaras pelos funcionários e assepsia das mãos; possibilidade de afastamento de funcionários que fazem parte do grupo de risco; afastamento imediato de funcionários que apresentarem qualquer sintoma; além de assegurar que todos clientes antes de adentrarem no comércio higienizem as mãos e utilizem máscaras. Alguns estabelecimentos estão realizando o controle de entrada dos clientes, através da instalação de correntes nas entradas, além de disponibilizarem álcool 70% e fixarem placas orientando sobre a necessidade da higienização e orientação para limpeza correta das mãos. (continua após a foto)

Ainda segundo o decreto, nos bares, restaurantes, lanchonetes e congêneres fica autorizado apenas o delivery ou retirada no local (drive-thru). Os entregadores devem utilizar máscara e realizar a assepsia das mãos. As atividades de salões de beleza e congêneres devem seguir as regras de higiene, além de atender somente com horário agendado. O funcionamento de academias e estabelecimentos similares segue suspenso. As normas definidas no decreto têm validade até 15 de junho. Confira o documento na íntegra AQUI.

Mais do SFn