Com hospital lotado e pacientes aguardando transferência, Miracema vai adotar “lockdown”

O decreto determina a suspensão das atividades comerciais de lojas de artigos não considerados de primeira necessidade, de salões, academias, templos religiosos, entre outras atividades

Com aumento de casos de coronavírus e principalmente de internações, o município de Miracema, no Noroeste Fluminense, irá adotar medidas mais restritivas em combate à pandemia. O “lockdown” para contenção da disseminação do vírus terá duração de 15 dias. De acordo com o decreto publicado pela Prefeitura, fica vedada a permanência de indivíduos nas vias, áreas e praças públicas do município no horário das 20h às 5h. O decreto determina ainda a suspensão das atividades comerciais de lojas de artigos não considerados de primeira necessidade; da realização de eventos em locais públicos e particulares; de viagens em coletivos para passeios turísticos; de atividades religiosas; de academias; de salões de beleza e afins, de clubes e associações; do atendimento nos órgãos públicos, entre outras restrições.

As farmácias poderão funcionar em horário normal, adotando medidas de prevenção com o distanciamento. O atendimento será restrito para supermercados e demais locais que comercializem alimentos e insumos, inclusive para animais, e em estabelecimentos de material de construção, e óticas. O decreto determina ainda que deverão permanecer em isolamento por 14 dias os cidadãos recém-chegados de viagens nacionais e internacionais onde existem casos de Covid, devendo entrar em contato através do número 199 para mais informações. O decreto na íntegra pode ser conferido AQUI.

VEJA MAIS

VEJA MAIS