Com carro dos Bombeiros e carreata, moradores se despedem de motorista que salvou passageiros após ônibus pegar fogo

Ônibus pegou fogo após uma colisão com uma carreta. Saulo, que conduzia o ônibus, foi o último a sair do coletivo e, antes de sair, ajudou todos os passageiros a deixarem o ônibus

O sábado foi de despedida e emoção nos municípios de Bom Jesus do Itabapoana (RJ) e Bom Jesus do Norte (ES). Vizinhos, divididos por um rio, os municípios de estados diferentes dividiram a dor da perda de uma pessoa querida e a emoção que marcou o seu sepultamento. Saulo Antônio Ribeiro de Albuquerque, de 33 anos, será sempre lembrado pelo seu ato de bravura.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

continua após a imagem

Saulo conduzia um ônibus que se envolveu uma colisão com uma carreta no último dia 15 no município de Bom Jesus do Itabapoana, no Noroeste Fluminense. O coletivo seguia pela RJ-230 e a carreta carregada de madeira pela RJ-186. A colisão aconteceu no trevo de entroncamento entre as duas rodovias e a ponte que faz a divisa dos estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo. Devido à gravidade do caso, com 90% do corpo queimado, Saulo foi transferido na quarta-feira (16) em um helicóptero do Corpo de Bombeiros, para o Hospital Estadual Vereador Melchíades Calazans, em Nilópolis, mas ele não resistiu e morreu no dia 17.

Saulo foi o último a sair do ônibus e, antes de sair, salvou a vida dos passageiros, ajudando a todos, na maioria idosos a deixarem o coletivo. O corpo dele chegou ao município de Bom Jesus do Itabapoana na noite de sexta e foi velado no distrito de Carabuçu, de onde o ônibus havia partido no dia do acidente. No sábado, uma carreata percorreu as principais ruas do município e seguiu para a cidade vizinha, de Bom Jesus do Norte, onde o corpo foi sepultado. Por onde onde a carreata passava, a população aplaudia. O cortejo contou com carros do Corpo de Bombeiros e Polícia Militar (veja o vídeo abaixo).

VEJA MAIS

VEJA MAIS