Campanha de vacinação antirrábica para cães e gatos começa neste sábado em São Fidélis

Fotos: Reprodução /São Fidélis Notícias
Fotos: Reprodução /São Fidélis Notícias

A campanha de vacinação antirrábica, que irá acontecer neste sábado (6) em São Fidélis, terá seus locais de aplicação da vacina divididos em diferentes pontos da cidade, como em instituições de ensino, secretarias, quadras e postos de saúde, sendo realizado no horário entre vigilancia /foto: Manuela Escalla8h da manhã às 16h da tarde.

Segundo informações do Centro de Vigilância Sanitária do município, os donos de cães e/ou gatos, deverão ficar atentos a idade dos animais, que precisam ter acima de quatro meses de vida para receber a imunização. Ainda de acordo com a Vigilância, não será necessário levar cartão de vacina para que o animal receba a dose, mas é recomendado pelo Ministério da Saúde que os animais que estiverem doentes não sejam vacinados, por existir a possibilidade de não obterem resultado com a antirrábica.

Os agentes que aplicarão a vacina, estarão concentrados nas unidades básicas de saúde em todo o município, como no posto Estratégia Saúde da Família, que fica localizada na rua Theodoro Golveia de Abreu – nº 638,  no bairro São Vicente. Como também no posto Centro Materno Infantil, localizado na rua Frei Vitório, Centro, e no SUS, localizado na rua do Sacramento, Centro da cidade. Já na Ipuca, segundo distrito de São Fidélis, a imunização acontecerá na quadra de esportes da Loureiro e na quadra da Nova Divinéia.

Outros locais como a EMATER, Colégio Barão de Macaúbas e na creche Antônia Bonfim, na Chatuba, serão efetivadas as vacinas. A campanha têm o objetivo de prevenir a disseminação da raiva urbana através do vírus.SAM_0238 Após o dia da campanha, os agentes farão pontos volantes.

Entenda a doença:

A doença é causada por um vírus (Rhabdovírus), que se multiplica e se propaga, via nervos periféricos, até o sistema nervoso central, de onde passa para as glândulas salivares, nas quais também se multiplica.

A forma mais comum de transmissão é através de contato com saliva de animal raivoso, seja por mordeduras ou lambeduras de mucosa e, até mesmo, por arranhaduras. Em áreas urbanas, o cão é o principal responsável pelas transmissões (quase 85% dos casos), seguido do gato.

vacinacao-620x350

Mais do SFn