Cambuci terá que pagar multa de R$ 100 mil por não atender a Lei da Transparência Pública

Segundo o prefeito Marquinho da Venda, antes da penalização a antiga gestão foi intimada, tendo tempo hábil para dar transparência de seus atos, o que segundo ele não aconteceu

O prefeito de Cambuci, no Noroeste Fluminense, Maxwell Vieiga Guimarães, o Marquinho da Venda, usou seu perfil em uma rede social para informar que o município terá que pagar uma multa do Ministério Público Federal de R$ 100 mil por não atender a Lei da Transparência Pública (Lei 12.527/2011). “O motivo desse meu contato de hoje é bem simples, começamos a colocar em prática algo que muito questionei durante meu mandato como Vereador, TRANSPARÊNCIA! Somos funcionários do povo cambuciense e eu como servidor 01 do município preciso deixar os Atos Oficiais do Poder Executivo abertos para quem quiser ver, isso é direito do cidadão e que infelizmente por alguns anos não foi feito de forma clara” – publicou o chefe do poder executivo.

De acordo com o prefeito, antes da penalização a antiga gestão foi intimada, tendo tempo hábil para dar transparência de seus atos, o que não aconteceu. “Infelizmente nós, cidadãos do município que pagamos nossos impostos, teremos que pagar mais essa conta no valor de 100 mil reais por tamanha falta de zelo. Dinheiro que poderia ser revertido para nosso Hospital, para nossas crianças especiais, para nossa juventude, para nossos atendidos da Assistência Social” – afirmou o prefeito. O SF Notícias não conseguiu contato com a antiga gestão do município.

VEJA MAIS

VEJA MAIS