quarta-feira , 21 outubro 2020

Cambuci, Cordeiro, Friburgo, Itaocara, Madalena, Pádua, S.Fidélis e cidades da região recebem dinheiro para combater coronavírus Ministério da Saúde dividiu R$ 4 bilhões para estados e municípios reforçarem suas ações de combate ao coronavírus

Ministério da Saúde dividiu R$ 4 bilhões para estados e municípios reforçarem suas ações de combate ao coronavírus

Imagem: reprodução

O Ministério da Saúde liberou mais R$ 4 bilhões extras para estados e municípios reforçarem suas ações de combate ao coronavírus. O valor é um adicional ao que já recebem para custeio de ações e serviços relacionados à saúde. Todos os estados e municípios brasileiros foram contemplados e já estão com o valor em conta. A portaria foi publicada na última quinta-feira (09/04) em edição extra do Diário Oficial da União. Com os recursos, estados e municípios terão mais fôlego financeiro em caixa para aquisição de materiais e insumos, abertura de leitos, além do custeio de profissionais de saúde, ações e procedimentos, de acordo com a necessidade local, para enfrentamento específico ao coronavírus. Aperibé, Bom Jardim, Bom Jesus do Itabapoana, Cambuci, Campos, Cantagalo, Cardoso Moreira, Cordeiro, Duas Barras, Italva, Itaocara, Itaperuna, Macuco, Miracema, Nova Friburgo Santa Maria Madalena, Santo Antônio de Pádua, São Fidélis, São José de Ubá, São Sebastião do Alto, Trajano de Moraes e demais cidades da nossa região aparecem na lista. (continua após a publicidade)

O valor destinado corresponde a uma parcela mensal do que cada estado ou município já recebe para ações de média e alta complexidade ou atenção primária. De acordo com a portaria, municípios que recebem recursos para média e alta complexidade terão direito a uma parcela mensal extra, em igual valor. Os que não recebem, terão direito ao valor repassado para a atenção primária, também em igual quantia. Segundo o Ministério da Saúde, todos os municípios foram contemplados e poderão adquirir mais materiais e insumos, abrir novos leitos e custear profissionais e ações de saúde. AQUI você pode ver a tabela com a distribuição dos valores por município.

Mais do SFn