Cabeça d’água provoca transbordamento, inundações e aumento no volume de água da Cachoeira de Cambuci

Na zona rural, o grande volume de água provocou o transbordamento do Valão Grande, que inundou trechos da RJ-202 e áreas rurais

Choveu muito forte na zona rural de Cambuci na manhã deste sábado (18). O temporal atingiu as regiões de serra dos distritos de Cruzeiro e Monte Verde, e a água foi em direção ao distrito de São João do Paraíso, pelo Valão Grande, e em direção ao perímetro urbano de Cambuci, através do córrego que passa pelo Parque Aquático do município e forma o Valão Dantas, que corta o centro da cidade.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

Na região entre os distritos de Monte Verde, Cruzeiro e antes de chegar a São João do Paraíso, o grande volume de água provocou o transbordamento do Valão Grande, que inundou trechos da RJ-202 e áreas rurais. A água chegou a passar por cima de uma ponte na rodovia. Ao SF Notícias, o Secretário de Defesa Civil do município, Tony Salles, contou que moradores relataram que choveu muito forte durante uma hora e meia.

Todo esse grande volume de chuva nas áreas de cabeceiras dos córregos provocou o que é chamado de cabeça d’água, que é o aumento rápido e repentino do nível de um rio corrente ou cheio. Já na área urbana de Cambuci, o grande volume de água que caiu na zona rural foi perceptível através do aumento no volume da queda de água na cachoeira do Parque Aquático.

continua após o vídeo

O local estava fechado há quase um ano devido à última enxurrada que destruiu tudo, e seria reaberto ao público neste sábado após ter sido revitalizado, mas uma nova cheia destruiu novamente o Parque Aquático. O local recebeu ações de limpeza através do Programa Limpa Rio, desenvolvido pela Secretaria do Estado de Ambiente e Sustentabilidade em parceira com o Instituto Estadual do Ambiente. O Programa Limpa Rio retirou mais de 15 mil metros cúbicos de sedimentos do Parque Aquático de Cambuci.

Ainda de acordo com o Secretário de Defesa Civil, as ações de limpeza e desassoreamento já realizadas e que vêm sendo feitas pelo programa nos valões, ajudou a evitar o transbordamento dos mesmo nas áreas habitadas, evitando assim danos aos moradores.

De acordo com dados da estação meteorológica do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais localizada no Centro, o acumulado é de 81.2 milímetros de chuva nas últimas 24 horas, sendo 67 nas últimas 12 horas. Na zona rural, onde caiu o maior volume de chuva, não há estação meteorológica, e por isso não é possível saber a quantidade exata de chuva.

VEJA MAIS

VEJA MAIS