Brasil registra maior número de mortes por Covid-19 em um dia: 1.910 mortes

Pesquisadores ressaltam a necessidade de adoção de medidas mais rigorosas de restrição da circulação e das atividades não essenciais

O número de mortes de pacientes diagnosticados com coronavírus não para de subir no Brasil. Nas últimas semanas foram registradas as maiores médias de óbitos por semana epidemiológica. Nesta quarta, por exemplo, o país registrou o maior número de mortes em um único dia desde o início da pandemia. Foram confirmadas 1.910 mortes de pacientes diagnosticados com Covid-19, e o Brasil se aproxima de 260 mil mortes; são 259.271 mortes confirmadas desde o início da pandemia, e ainda há 2.867 mortes em investigação.

O Brasil também teve o 2º dia com mais novos casos registrados, com 71.704. O dia com maior número de novos diagnósticos confirmados foi 7 de janeiro, com 87.843. Com os novos casos, o total de pessoas infectadas desde o início da pandemia chegou a 10.718.630. Devido ao número de casos, de óbitos, a manutenção de níveis altos de incidência de SRAG, alta positividade de testes e a sobrecarga de hospitais, pesquisadores da Fiocruz ressaltam a necessidade de adoção de medidas mais rigorosas de restrição da circulação e das atividades não essenciais, de acordo com a situação epidemiológica e capacidade de atendimento de cada região, avaliadas semanalmente a partir de critérios técnicos como taxas de ocupação de leitos e tendência de elevação no número de casos e óbitos.

VEJA MAIS

A história de Romário, o Baixinho artilheiro

Eternizado por seus gols e atuações na Copa do Mundo de 1994, quando foi campeão e eleito o melhor jogador, Romário é considerado um dos maiores centroavantes da História do futebol brasileiro e mundial

VEJA MAIS